Fundo de Mulheres do Sul seleciona projetos que visem promover a igualdade de gênero e empoderamento das mulheres

Fundo de Mulheres do Sul – que atua na América Latina e no Caribe – está com inscrições abertas até o dia 20 de março para um novo edital que pretende selecionar projetos com foco na defesa e promoção dos direitos das mulheres e a igualdade de gênero, a fim de impulsionar a implementação da Agenda 2030 das Nações Unidas focada no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 5.

A proposta é apoiar iniciativas que priorizem abordagens como feminismo; direitos humanos; desenvolvimento sustentável; perspectiva de gênero e empoderamento das mulheres; e diversidade, multiculturalismo e intersetorialidade.

Podem participar da seleção instituições, movimentos e redes locais, nacionais ou regionais que sejam dirigidas por mulheres, e que desenvolvam projetos para eliminar a discriminação política, econômica, social, cultural e territorial desse grupo.

Serão priorizadas iniciativas voltadas para mulheres em situação de extrema pobreza; do campo; indígenas; afro-descendentes; vivendo em zonas urbanas marginalizadas; migrantes; trabalhadoras precarizadas; com deficiência; que vivem com HIV/AIDS e/ou outras doenças sexualmente transmissíveis. Outros públicos que o Fundo pretende alcançar com o financiamento são as mulheres lésbicas, bissexuais, trans e intersex (LGBTI); as dirigentes sindicais e jovens.

As iniciativas poderão concorrer em três categorias: organizações de grande porte, de médio porte e de base. Entre os critérios de seleção e definição de categoria estão: orçamento anual do solicitante; status legal; experiência no tema do projeto; abrangência geográfica; liderança e composição da equipe; abordagens e filosofia; relevância do projeto; orçamento.

Os valores das doações solicitadas seguirão valores máximos e mínimos estabelecidos em acordo com a categoria da organização. Para grandes organizações: entre 200 mil e 400 mil euros e projetos com duração de dois anos; para organizações intermédias: entre 60 mil e 100 mil euros e propostas também com duração de dois anos; para pequenas organizações de base: entre 8 mil e 15 mil euros por ano e projetos de ano de duração, com possibilidade de renovação por três anos.

 

Inscrições

Os interessados em participar podem acessar o regulamento completo e elaborar proposta em espanhol ou inglês. Toda a documentação exigida deve ser enviada para o e-mail liderando@mujeresdelsur.org. No “Assunto” da mensagem, é preciso incluir o nome do programa – “Liderando desde o sul” -, seguido do nome da organização candidata.

A divulgação das organizações selecionadas será feita até o dia 01 de maio.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+