Instituto Cooperforte é novo associado GIFE

A Cooperforte, ou Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários das Instituições Financeiras Públicas Federais, começou a se movimentar no campo social há quase duas décadas. Já em 1999, campanhas pontuais, realizadas pelos próprios funcionários, mostravam a vocação da corporação para a filantropia. Alguns anos depois, em 2003, era instituído o Instituto Cooperforte, mais novo associado do GIFE.

Tudo começou, de fato, como uma ação de voluntariado. Mensalmente, os funcionários contribuíam com doações que se transformavam em ações de arrecadação e distribuição de agasalhos, medicamentos, alimentos e brinquedos. Na época, a iniciativa era chamada de CooperAção. Assim, reconhecendo o esforço e a efetividade deste trabalho, a Diretoria Executiva formalizou o Instituto, com intuito de canalizar investimentos e contribuir com a causa da inclusão socioeconômica de jovens em situação de vulnerabilidade social.

José Rogaciário dos Santos, presidente do Instituto, explica que, após 14 anos de operação, a chegada ao GIFE marca um novo momento para a organização. “Pretendemos melhorar nossa produtividade mediante aumento do volume de projetos financiados, além de fortalecer a rede de relacionamentos por meio de parcerias que potencializem ações de lado a lado para efetivo cumprimento da missão de cada um dos parceiros.”

O Instituto já fazia parte da Rede de Investidores Sociais (RIS) do Distrito Federal – grupo que reúne associados do GIFE e outras organizações da sociedade civil da região. José Rogaciário conta que a participação tem como objetivo induzir o fortalecimento institucional, buscando também  ampliar a capacidade de atendimento às demandas por financiamento de projetos. “Acreditamos que o conhecimento mútuo, o estreitamento das relações e a identificação das potencialidades de cada componente da rede certamente levarão à realização de parcerias.”

O presidente do Instituto diz que muitos desafios os conduziram ao GIFE, e que a ideia é buscar apoio e suporte da organização e seus associados. “A associação ao GIFE chega em um momento especial em que a complexidade das relações e a eclosão de fenômenos sociais de toda ordem e origens torna a gestão das OSCs mais exigida. Hoje, pede-se uma melhor interpretação de cenários, marcados pela alta velocidade das mudanças, expressões próprias de um novo tempo que exige prontidão e capacidade de adaptação.”

Frentes de ação 

Com a missão de transformar realidades socioeconômicas de pessoas e organizações sociais, o Instituto Cooperforte atua em algumas frentes de trabalho. Entre suas principais iniciativas, destaca-se o ‘Passaporte do Futuro’, ação que tem como foco destinar recursos para projetos ligados à inclusão socioeconômica de jovens em situação de vulnerabilidade social.

Já o ‘Passaporte da Superação’ é um programa voltado para a inserção de pessoas com deficiência e capacidade laboral no mundo do trabalho. Por fim, o ‘Passaporte Solidário’ atua nas frentes de desenvolvimento local integrado e sustentável (DLIS) ou de Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS).

Mais informações no site do instituto: www.institutocooperforte.org.br.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+