VIDEOCAMP e Coca-Cola Brasil lançam edital para financiar filmes com impacto social

Com a proposta de promover o audiovisual como ferramenta de transformação social, a VIDEOCAMP, uma plataforma online gratuita e mantida pelo Instituto Alana, em parceria com a Coca-Cola Brasil, acaba de lançar um edital de fomento ao cinema.

O objetivo é apoiar projetos de filmes que sejam inovadores e tenham potencial de impactar, de impulsionar reflexões, de gerar entendimento e de provocar mudanças em nível local, regional ou global. “O Edital VIDEOCAMP de Filmes Transformadores surgiu da vontade de fomentar novas produções que já nascessem apoiadas pela rede de exibidores da plataforma”, conta Carolina Pasquali, diretora da VIDEOCAMP. “Com o projeto em mãos, procuramos parceiros que também estivessem abertos à inovação, à construção coletiva, ao risco. E encontramos a Coca-Cola Brasil que, como a gente, também acredita no cinema, na mudança e na multiplicidade de olhares e experiências”, completa Carolina.

O tema central do filme deverá ser “diálogos”. A escolha deste foco, apontam os organizadores, se dá pela crença de que grandes mudanças nascem das construções coletivas, ou seja, de que os diálogos são a melhor maneira de conectar pessoas. Inclusive, no site do edital, é possível encontrar uma série de conteúdos inspiradores a respeito. Para o processo de curadoria, por exemplo, foram levados em conta três eixos: (1) Diálogo é o poder que a palavra tem para derrubar fronteiras; (2) Um diálogo verdadeiro pressupõe algumas habilidades; (3) Diálogo é sempre uma troca, ou seja, sempre se leva algo e se deixa algo no lugar.

Poderão participar do edital pessoas jurídicas classificadas como produtoras brasileiras independentes, com sede no Brasil, regularmente constituídas, inscritas nos órgãos pertinentes, com os documentos sociais atualizados e aptas a firmar contratos e emitir documentos fiscais.

A seleção contará com diversas etapas. Dez projetos serão pré-selecionados e avaliados por um comitê, que irá escolher os cinco finalistas. Estes serão convidados para um workshop de dois dias no Instituto Alana, com o objetivo de aprofundar e aprimorar seus projetos, por meio de consultorias, mentorias e diálogos que serão promovidos pela VIDEOCAMP. Após o workshop, os proponentes dos projetos finalistas realizarão uma apresentação para o Comitê Selecionador.

A obra audiovisual escolhida receberá um aporte de até R$ 1 milhão para custear todas as despesas necessárias para a realização do filme, compreendendo as fases de pré-produção, produção, pós-produção e quaisquer outros custos referentes a execução.

Entre os critérios de avaliação estão questões como: a pertinência do projeto e o tema “diálogos”, que deverá ser abordado de maneira inovadora, criativa, positiva, original e com potencial transformador; alinhamento às diretrizes e objetivos do edital; clareza e consistência da proposta conceitual; ineditismo e originalidade; relevância social e/ou cultural e/ou ambiental; currículo e qualidade técnica da equipe e dos envolvidos; viabilidade técnica, financeira e operacional da proposta; capacidade do projeto de mobilizar e inspirar outras pessoas; o respeito do projeto às questões relativas aos direitos humanos e à diversidade de gênero, sexo, etnia, credo ou religião.

 

Inscrição

Os interessados em participar devem acessar o site do edital e fazer a sua inscrição. Os projetos poderão ser enviados até o dia 9 de maio.  A produtora selecionada será anunciada em julho. Dúvidas sobre o edital podem ser encaminhadas para o e-mail: editalcocacola@videocamp.com.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+