3º Prêmio RBS de Educação convoca público a participar de júri popular

Até o dia 28 de novembro, ficará aberta a votação popular para o 3º Prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo, uma iniciativa do Grupo RBS e da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS), com apoio técnico do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

A proposta do concurso é premiar iniciativas de educadores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina que desenvolvem projetos de mediação de leitura e de jovens com propostas de incentivo à leitura em três categorias: Escola Pública, Escola Privada e Jovens Protagonistas. Mais de 1600 projetos foram inscritos nos dois Estados, sendo posteriormente selecionados por especialistas em educação, que definiram os 16 finalistas.

“Nosso principal objetivo é a formação de novos leitores. Queremos que as crianças e jovens gostem de ler, que entendam a importância da leitura e que tenham prazer em ler. O prêmio surgiu dessa vontade e também do compromisso em valorizar os professores e envolver a família e a comunidade com a leitura. Por isso, o projeto tem várias frentes: reconhecimento aos educadores por suas práticas; oportunidade de capacitação, por meio do curso online sobre estratégias de mediação de leitura; estímulo ao interesse dos estudantes pela leitura; e o envolvimento das famílias e a comunidade, por meio da votação popular”, ressalta Lucia Ritzel, gerente executiva da FMSS.

Para participar do júri popular, é preciso acessar o site (clique aqui), assistir aos vídeos e escolher o projeto favorito dentre os finalistas. “Por meio da votação popular, buscamos ampliar o envolvimento da família e da comunidade com as atividades que se desenvolvem no ambiente escolar. Basicamente, é uma mobilização para incentivar a atitude de fazer algo em prol de um interesse da escola e também ampliar a visibilidade dos projetos, disseminando as práticas”, completa a gerente.

Segundo Lucia, os finalistas se destacaram por apresentar impacto da estratégia no público final, inovação e a possibilidade de ser replicado. “Todos os projetos têm suas particularidades, mas em comum conseguimos observar a qualidade acima da média e um resultado concreto na formação de leitores”, disse.

Além da escolha feita pelos internautas, um júri especializado irá eleger um vencedor por categoria em cada Estado. Ao total, serão distribuídos mais de R$156 mil em prêmios. Os ganhadores serão conhecidos no dia 28 de novembro, durante o evento de premiação no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre.

Além da premiação, a Fundação oferece uma mentoria aos estudantes da categoria Jovens Protagonistas, junto com o Cenpec, durante um ano, para implementação do projeto. Com os educadores, é formada uma rede para participação em eventos de formação e de disseminação de práticas de mediação de leitura.

Apoio institucional