Abraço Cultural oferece cursos e vivências culturais com professores refugiados

Já estão abertas as inscrições para as novas turmas dos cursos oferecidos pelo Abraço Cultural, um projeto criado em 2015 em São Paulo pela plataforma social Atados, que visa promover troca de experiências, geração de renda, valorização pessoal e cultural dos refugiados residentes no Brasil.

Em parceria com o Instituto de Reintegração do Refugiado Brasil, o espaço coletivo Aldeia, a SP Escola de Teatro e a Escola da Cidade, a Abraço Cultural promove formações que possibilitam o aprendizado de idiomas – como árabe, francês, espanhol e inglês – com professores nativos, juntamente com vivências culturais e tradicionais de outros países. Os educadores vêm de diferentes países, como Síria, Haiti, Cuba, Congo e Nigéria.

Assim, além de ter aulas regulares focadas no idioma duas vezes por semana, todos os alunos são convidados também para workshops de tradições elaborados pelos professores, que podem envolver culinária, dança, literatura, cinema, curiosidades, política e história de um país tema da semana.

Com menos de um ano em ação, o Abraço Cultural já inseriu no mercado de trabalho 28 professores refugiados, teve 300 alunos e engajou 70 voluntários. O curso está em fase de implantação também no Rio de Janeiro.

As inscrições podem ser realizadas no site: http://www.abracocultural.com.br