Ações que promovem amamentação, saúde de gestantes e visitação na primeira infância são finalistas do Prêmio Fundação BB

Premiação especial é inédita e busca identificar metodologias que promovem desenvolvimento infantil no país

Entre as 24 finalistas do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social deste ano, três estão diretamente ligadas ao desenvolvimento da primeira infância. A premiação inédita busca identificar tecnologias sociais que promovem ações de desenvolvimento infantil (linguagem, cognitivo, motricidade e socioafetividade), o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade.

Conheça as finalistas

Desenvolvido em Osório (RS), o Programa Municipal de Aleitamento Materno– Pró-Mamá visa aumentar os índices de amamentação, reduzir o desmame precoce e a morbimortalidade neonatal no município.

O Programa Primeira Infância Ribeirinha, da Fundação Amazonas Sustentável, é realizado em Manaus (AM) e tem como objetivo tratar de uma problemática específica existente nas comunidades tradicionais do Amazonas ao acesso dos serviços básicos de saúde para gestantes e crianças de zero a seis anos.

O programa Visitação domiciliar na primeira infância, promovido pela Secretaria da Saúde de Porto Alegre (RS) visa orientar as famílias, a partir de sua cultura e experiências, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças, desde a gestação até os seis anos de idade.

As três finalistas, juntamente com outras 21 de outras categorias concorrem à premiação final de R$ 700 mil, sendo R$ 50 mil para os primeiros colocados, R$ 30 mil para os segundos e R$ 20 mil para os terceiros. Todas ganharão um troféu e um vídeo retratando a iniciativa. As entidades finalistas também foram convidadas a participar do Encontro de Tecnologia Social, a ser realizado em Brasília (DF), antecedendo a noite de premiação, previsto para o dia 10 de outubro.

Confira a lista das outras categorias aqui

Banco de Tecnologias Sociais

Além das três finalistas da Primeira Infância, outras seis iniciativas ligadas ao tema também foram certificadas neste ano e passam a integrar o Banco de Tecnologias Sociais (BTS) mantido pela Fundação Banco do Brasil. O BTS é uma base de dados on-line que reúne atualmente 1.110 metodologias certificadas por solucionarem problemas comuns às diversas comunidades brasileiras nas áreas de: Alimentação, Educação, Energia, Habitação, Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Renda, Saúde. Acesse aqui para conhecer.


As tecnologias sociais certificadas relacionadas à Primeira Infância foram:

TECNOLOGIA SOCIAL PROPONENTE SITUAÇÃO
Programa Municipal de Aleitamento Materno Pró-Mamá         

 

Prefeitura Municipal de Osório – Osório/RS

 

FINALISTA
Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR)

 

Fundação Amazonas Sustentável – Manaus/AM

 

FINALISTA
Visitação domiciliar na primeira infância

 

Secretaria de Saúde de Porto Alegre – Porto Alegre/RS FINALISTA
Apoio e Estimulação ao Bebê de Risco Associação de Reabilitação Infantil Limeirense – Limeira/SP

 

CERTIFICADA
Berço Coletivo

 

Casa Lar Luz do Caminho – Florianópolis/SC

 

CERTIFICADA
Grupos de Encontros Família que Acolhe

 

Prefeitura Municipal de Boa Vista – Boa Vista/RR CERTIFICADA
Primeira Infância Um olhar afetivo e educativo Instituto André Franco Vive – São Paulo/SP CERTIFICADA
Tecnologia Assistiva e Estimulação Sensorial de Baixo Custo para PCD

 

Associação Cultural Educacional Social e Assistencial Capuava (Acesa Capuava) – Valinhos/SP

 

CERTIFICADA
Universidade da Criança

 

Prefeitura de Chopinzinho – Chopinzinho/PR

 

CERTIFICADA

Nesta edição, o Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social tem a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto C&A, Ativos S/A e BB Tecnologia e Serviços, além da cooperação da Unesco no Brasil e apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério da Cidadania, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

 

Apoio institucional