‘Amazônia Que Eu Quero’: uma iniciativa da Fundação Rede Amazônica

Em 2021, no mês de setembro, a Fundação Rede Amazônica (FRAM) lançou a plataforma ‘Amazônia Que Eu Quero’. Logo, a ideia é iniciar um debate sobre assuntos fundamentais no dia a dia da população que vive na região Norte, além disso, ampliar a capacidade de análise da população da região norte, levantar informações da gestão pública e apontar caminhos a partir da discussão entre especialistas com a sociedade civil. Assim, esse projeto irá promover fóruns e painéis on-line e ações presenciais para o engajamento da população em torno de câmaras temáticas. Para a edição do ano de 2021, o tema escolhido foi “Caminhos da Democracia” e abordaram temas de infraestrutura, acesso à saúde, energia limpa, empreendedorismo e inovação e, florestas.

A transmissão de lançamento do programa ocorreu pelo canal da Fundação Rede Amazônica no Youtube. O CEO do Grupo Rede Amazônica (GRAM), Phelippe Daou Júnior, participou do lançamento do projeto, e falou sobre os objetivos da plataforma.

Amazônia Que Eu Quero é um projeto de cidadania. Um projeto que visa, por um lado, ter um nível de cobrança importante da maneira mais construtiva possível, com relação aos nossos representantes, dizendo o que fazem, quais seus projetos e suas ações. Por outro lado, que eu diria o mais importante, é conscientizando a população do que efetivamente é viver numa democracia“, declarou.

O lançamento contou, ainda, com a participação virtual de representantes dos estados do Norte do país, e também de segmentos que serão impactados com as ações do projeto. Serão realizadas diversas ações para instigar o debate e colher as demandas da população.

A diretora institucional da FRAM, Mariane Cavalcante, afirma as ações serão realizadas em todos os estados onde o GRAM está presente – Amazonas, Amapá, Acre, Rondônia, Roraima e Pará.

Cada fórum vai debater um tema específico, que são: infraestrutura, energia limpa, acesso à saúde, empreendedorismo e inovação e florestas. Os fóruns serão compostos por um time de especialistas, um comitê, que junto com a população vai propor dez ações concretas que vão fazer a diferença dentro desses temas”, explicou.

Como braço institucional do Grupo Rede Amazônica, a Fundação Rede Amazônica possui apoio dos veículos de comunicação e plataformas do Grupo Rede Amazônica. Através dos canais de televisão, rádio, internet e redes sociais do maior grupo de comunicação da região norte a plataforma irá despertar o senso crítico e estimular o voto consciente da sociedade, incentivando uma ação democrática que leve a população a exigir seus direitos junto aos representantes legais. Desta forma eleva-se o nível de comprometimento e de atuação dos gestores públicos e atinge-se o amadurecimento do senso crítico na escolha dos candidatos e no processo democrático da região.

A programação está disponível no site Portal Amazônia, na aba do projeto Amazônia Que Eu Quero, onde também estão disponibilizadas informações sobre a iniciativa.

Confira a primeira edição do “Amazônia que Eu quero”:

Lançamento da plataforma Amazônia Que Eu Quero Edição 2022, com o tema: Caminhos da Democracia

Apoio institucional