BASF abre vagas para formação profissionalizante

A BASF e seus novos parceiros disponibilizam 160 vagas para formação profissionalizante e empreendedora de jovens entre 17 e 24 anos de comunidades menos favorecidas em São Bernardo do Campo e Guaratinguetá.

Fazem parte da parceria instituições com expertise na formação profissionalizante e de jovens. Em São Bernardo do Campo, a parceria foi feita com o Centro de Formação Profissional Pe. Leo – entidade que atua há mais de uma década na formação de pessoas em processos de economia solidária – e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Almirante Tamandaré.

Em Guaratinguetá foi realizada uma aliança estratégica com a Escola Municipal de Formação Profissional (Emetep), que existe há mais de meio século e que todos os anos beneficia cerca de 3 mil alunos.

A BASF ficará responsável pela formação quanto à cidadania e ao empreendedorismo. Serão selecionados 120 jovens em Guaratinguetá e 40 jovens em São Bernardo do Campo, que no decorrer do ensino profissionalizante participarão do Módulo Empreendedorismo, Cidadania, Plano de Negócios e Educação para a Vida.

Os critérios para participar do Programa são:

• Ter entre 17 e 24 anos, faixa etária considerada de maior risco social
• Morar em Guaratinguetá, e se inscrever nos cursos da EMETEP pelo site www.emetep.com; residir principalmente nos bairros Engenheiro Neiva, Jardim do Vale, Jardim Esperança, Vila Brasil e imediações.
• Morar em São Bernardo do Campo, e se inscrever no curso de pintura de decorativa do Centro de Formação Profissional Pe. Leo, pelo telefone 11 4127 0866, ou nos cursos de construtor de móveis e tapeçaria do SENAI Almirante Tamandaré, residir principalmente no bairro Demarchi, Battistini e imediações.
• Ter família com renda de no máximo R$ 300,00 por pessoa. Exemplo: a renda de uma família de quatro pessoas não pode ser superior a R$ 1.200,00.
• Ter interesse em montar o próprio negócio.

Para a BASF, responsabilidade social corporativa é uma atitude estratégica para gerenciar os negócios junto aos diversos públicos com quem interage baseado no seu Código de Conduta, Valores e Princípios. “Os investimentos sociais da empresa têm foco em educação e convergem para formação de cidadãos, estimulando a atitude empreendedora”, ressalta Ivânia Palmeira, coordenadora de gestão social da BASF.

Apoio institucional