Carta de Apoio às candidaturas ao Conselho do PMLLLB

Caras e caros membros da Rede LEQT,

Como todos sabem, no dia 09 de novembro de 2019 acontecerá a votação para a constituição do Conselho Municipal do PMLLLB. Considerando a relevância desse Conselho para garantir a efetivação do Plano, que foi construído com forte presença da sociedade civil, a Rede LEQT, comprometida com o desenvolvimento democrático da cultura e escrita no Brasil, declara seu apoio aos seguintes candidatos:

Djalma Lopes Góes (Nando Comunista), rapper, sociólogo, militante do Coletivo de Esquerda Força Ativa, do Fórum Hip Hop Municipal-SP, participa da Rede LiteraSampa, atua em vivências de leitura e literatura preta. Pretende atuar nas áreas de formulação e execução das políticas ligadas ao livro, leitura, literatura e bibliotecas, bem como na fiscalização do cumprimento do Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas.

João Luiz Marques, escritor, jornalista e mediador de leitura; trabalhou como assessor de imprensa de editoras; militou em coletivos de cultura; participa da Rede de Leitura LiteraSampa, coordena clubes de leitura; fez parte do Grupo de Trabalho que ajudou a elaborar o PMLLLB e era conselheiro do Conselho cassado; é autor do livro “Os meninos da biblioteca”, ficção juvenil inspirada na luta pela defesa de uma biblioteca pública; é diretor do Sindicato dos Jornalistas.

Julia Santos, bibliotecária formada pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP. Atualmente, é bibliotecária, gestora e mediadora de leitura na Biblioteca Comunitária Espaço Jovem Alexandre Araújo Chaves – EJAAC da Rede LiteraSampa. Cursando Gestão Cultural pelo Centro de Pesquisa e Formação do SESC, eleita em 2016 como suplente do Conselho na área de Centro de pesquisa, universidade e faculdades.

A LEQT reitera a importância de que todos os integrantes da Rede participem da votação no dia 09/11/2019, das 9h às 17h, na Biblioteca Monteiro Lobato, rua General Jardim 485. Aproveitamos para lembrar que:

 serão eleitos os oito representantes da sociedade civil.
 todos os munícipes da cidade de São Paulo, com idade mínima de 16 anos, podem votar. Basta levar documento
com foto.
 serão escolhidos um titular e um suplente para cada uma destas áreas de atuação: bibliotecas, bibliotecas
comunitárias, centros de pesquisa, universidades e faculdades, coletivos culturais relacionados à leitura e
literatura, educação, escritores, mercado do livro e pessoas com deficiência. O Conselho deverá ser composto por, no
mínimo, 50% de mulheres.

Reiteramos nosso convite para que todos os membros da LEQT divulguem e participem da votação. Cada voto será fundamental para que seja constituído um Conselho de pessoas comprometidas com a promoção da leitura e, assim, possamos “atuar para que as ações de promoção da cultura escrita no Brasil aconteçam de forma contínua, cooperativa e coordenada..”, conforme afirmamos em nossa Carta de Princípios.

Rede LEQT – Leitura e Escrita de Qualidade para Todos

Atuação em Rede

Apoio institucional