Com patrocínio do Instituto Cultural Vale, Museu do Pontal inaugura sua nova sede

Arte popular brasileira é destaque no novo Museu do Pontal

O Museu do Pontal, no Rio de Janeiro, abriu ao público sua nova sede, projeto que contou com patrocínio do Instituto Cultural Vale. Referência internacional em arte popular brasileira, com mais de nove mil obras de 300 artistas, ele abriga o maior acervo do gênero. Com 14 mil metros quadrados, dos quais 10 mil metros quadrados de área verde – tem vista para o conjunto de montanhas que vai da Pedra da Gávea ao Pão de Açúcar –, o espaço está assentado sobre um terreno consolidado, livre de inundações, abrigando adequadamente seu raro e singular acervo.

“Para o Instituto Cultural Vale é uma honra fazer parte da reabertura do novo Museu do Pontal, o maior e mais significativo museu de Arte Popular do país. A Vale é parceira do Museu do Pontal há muitos anos e agora, com o nosso Instituto, temos a alegria de celebrar sua nova sede, que tem uma linda praça jardim, um grande espaço de lazer ao ar livre, que abrigará também inúmeras ações educativas sobre a nossa arte e cultura popular. São anos de muito trabalho para composição e pesquisa desse acervo, de imenso valor para o patrimônio cultural brasileiro, em suas múltiplas dimensões materiais e imateriais. A Vale e o Instituto Cultural Vale têm muito orgulho de contribuir para essa jornada, de valorização dos artistas populares do nosso país”, afirma Flavia Constant, Gerente Executiva de Investimento Social e Cultura da Vale.

Grande parte do jardim fica na área frontal do museu, onde também foi construída uma praça que receberá oficinas e diversas celebrações da arte e da cultura popular, além de projetos de educação ambiental. O projeto paisagístico criado pelo Escritório Roberto Burle Marx foi viabilizado com patrocínio do Instituto Cultural Vale. Foram mais de 70 espécies e 50 mil mudas plantadas, a grande maioria espécies brasileiras representativas de diferentes biomas, como Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado e Amazônia. O Instituto também subsidiou projetos de pesquisa e aquisição de obras.

O edifício projetado pelos Arquitetos Associados, com 2.600 metros quadrados de área construída, abrigará seis exposições inaugurais, que vão reunir dois mil conjuntos de obras de arte popular. Há também um café/restaurante, uma loja e uma extensa programação para todos os públicos.

Apoio institucional