Confira curadoria de editais com inscrições no fim do ano

Na última curadoria de editais de 2020, o redeGIFE selecionou chamadas com prazo de inscrição em novembro, dezembro e primeiro trimestre de 2021. As iniciativas são voltadas a produtoras, alunos de graduação, mestrado e doutorado, creches, escolas, universidades, organizações da sociedade civil, coletivos jovens, movimentos sociais e profissionais da educação. Confira a seguir. 

Edital Público Igualdade de Gênero na Educação Básica 

Até 29 de novembro, estão abertas as inscrições da chamada, que visa selecionar propostas de planos de aula, projetos interdisciplinares e sequências didáticas, sobretudo aquelas que abordem gênero, raça e diversidade sexual. Com apoio do Fundo Malala, a Ação Educativa e mais de 50 organizações são co-promotoras da iniciativa. Podem participar da seleção creches, escolas, universidades, organizações da sociedade civil, coletivos jovens, movimentos sociais e profissionais da educação. A divulgação das propostas selecionadas está prevista para 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, durante evento virtual. Elas irão compor um banco de aulas público e as dez mais criativas receberão um leitor digital e uma bolsa de estudos de curso à escolha no Centro de Formação Educação Popular, Cultura e Direitos Humanos da Ação Educativa. Participe

Prêmios Fundación MAPFRE à Inovação Social

Aberta a projetos do Brasil, América Latina e Europa, chamada visa selecionar propostas em três categorias: melhoria da saúde e tecnologia digital (e-Health), economia do envelhecimento (Ageingnomic) e prevenção e mobilidade segura e sustentável. Serão selecionados até 27 projetos (nove de cada região) para disputar as finais regionais. Os semifinalistas receberão mentoria online e oportunidade de divulgação do projeto. Ao final do processo, três iniciativas serão premiadas, uma em cada categoria. Cada projeto receberá 30 mil euros em dinheiro para promover a iniciativa. As inscrições vão até 30 de novembro e podem ser realizadas no site da iniciativa

Prêmio Lélia Gonzalez de Manuscritos Científicos sobre Raça e Política 

Considerando que pesquisas sobre a interface entre raça e política ainda são raras e fragmentadas, premiação tem como objetivo incentivar a conclusão de trabalhos de pesquisadores pretos e pardos sobre desigualdades, identidades, discriminações raciais e expressões políticas. Realizado pela Associação Brasileira de Ciência Política em parceria com o Nexo Políticas Públicas e o Instituto Ibirapitanga e apoio da Fundação Tide Setubal e Open Society Foundations, o Prêmio é composto por três categorias: mestrandos, doutorandos e recém-doutores. Os vencedores de cada uma delas receberão prêmios em dinheiro, que variam de R$ 18 mil a R$ 49 mil, para subsidiar a conclusão das pesquisas, sua publicação e posterior divulgação. As inscrições podem ser realizadas até dia 15 de dezembro no site do Prêmio

Edital Conexão Juventudes

Pensando nos diferentes tipos de juventudes do Brasil, o Instituto Unibanco, juntamente com o Instituto de Políticas Relacionais (IPR), irá fornecer apoio técnico e financeiro a produtoras audiovisuais que desenvolvam documentários sobre a temática dos jovens e o Ensino Médio público de seis estados parceiros do programa Jovem de Futuro: Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Piauí e Rio Grande do Norte. A ideia, além de incentivar a produção local, é refletir sobre a participação e o papel de todos na busca por uma educação pública de qualidade, narrando histórias sobre os sonhos e expectativas das juventudes brasileiras. Os documentários devem ter até 26 minutos de duração. As inscrições, que vão até 20 de dezembro, podem ser realizadas no site do Prêmio

Prêmio Academia ICE 

Realizada anualmente pelo Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), premiação visa difundir tema de investimentos e negócios de impacto em instituições de ensino superior e incentivar produção acadêmica e debate sobre o campo. Podem participar da seleção graduandos, mestres e doutores com trabalhos de conclusão de curso (TCC), dissertações e teses sobre o tema. Para participar, é necessário produzir um artigo científico sobre o trabalho, que será avaliado por professores acadêmicos e especialistas no campo. Os prêmios serão destinados ao primeiro e segundo lugar de cada categoria e respectivos orientadores e variam entre R$ 1,5 mil e R$ 8 mil. As  inscrições podem ser realizadas até 31 de março de 2021 mediante preenchimento do formulário disponível no site do Prêmio

Notícias relacionadas

Apoio institucional