Cristo Redentor faz 90 anos com restauro patrocinado pelo Instituto Cultural Vale

Instituto Cultural Vale patrocinou obras de restauro do Cristo Redentor em seus 90 anos

O Cristo Redentor completa 90 anos. Símbolo do Rio de Janeiro e do Brasil, o monumento passou recentemente por um minucioso trabalho de restauro e manutenção, com patrocínio do Instituto Cultural Vale. Uma série de atrações foram marcadas para celebrar o aniversário, com transmissão pelo canal do YouTube do Santuário Cristo Redentor.

A programação incluiu um evento com a presença de autoridades e o lançamento da Medalha Comemorativa dos 90 Anos do Cristo Redentor e do Bloco Postal Especial em Homenagem ao Monumento do Cristo Redentor. Também na agenda,

apresentações da Esquadrilha da Fumaça, da Banda do Corpo de Fuzileiros Navais e de paraquedistas do Exército Brasileiro. O arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, celebrou uma missa da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, acompanhado pelo Coro da Princesa, criado em homenagem à Princesa Isabel. A cerimônia também foi transmitida ao vivo.

Restauro e manutenção

Maior e mais completa restauração já realizada no cartão postal da cidade do Rio de Janeiro, a obra envolveu, além do reparo na sustentação, nas ferragens, nos balaústres e no mármore do pedestal do monumento, a substituição de tecelas – peças de pedra sabão do revestimento –, a modernização da manta catódica de monitoramento contra a corrosão e a melhoria no sistema de para-raios. O planejamento valoriza o legado do monumento, celebra sua história e o prepara para o futuro.

O projeto seguiu as exigências do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e foi desenvolvido com base em estudos, levantamentos e pesquisas realizados pela empresa Cone Sul desde 2016. O trabalho foi realizado por equipe multidisciplinar, formada por aproximadamente 40 profissionais, dentre eles engenheiros estruturais, elétricos, de segurança, geólogos, arquitetos, técnicos em escaneamento 3D, alpinistas, pedreiros e escultores.

O patrocínio do Instituto Cultural Vale foi de R$ 6,5 milhões em recursos incentivados pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Na celebração dos 80 anos do Cristo Redentor, a Vale também patrocinou as obras de restauração e a sua manutenção.

História

O monumento foi concebido pelo engenheiro brasileiro Heitor da Silva Costa e construído em colaboração com o escultor francês Paul Landowski e com o engenheiro Albert Caquot, entre 1922 e 1931. A inauguração ocorreu em 12 de outubro de 1931, dia de Nossa Senhora Aparecida. Em 2007, foi eleito informalmente como uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Em 2012, a UNESCO o incluiu na lista de Patrimônios da Humanidade.

Apoio institucional