Eleições 2020: cartas demandam compromisso de candidatos(as) com agendas sociais e ambientais

 

Com a aproximação das eleições para prefeito(a) e vereador(a), diversas organizações e coletivos da sociedade civil têm publicado e enviado às candidaturas cartas de adesão que simbolizam um compromisso com diferentes pautas, como equidade de gênero, combate ao racismo, desenvolvimento sustentável, garantia dos direitos de crianças, microempreendedorismo, entre outras. O redeGIFE selecionou alguns desses documentos. Confira a seguir. 

Agenda Marielle Franco 

A parceria entre Instituto Marielle Franco e Agenda Marielle Franco usaram os dois anos e meio desde o assassinato da vereadora para estudar falas, discursos e projetos de lei de Marielle e entrevistar suas assessoras. O processo deu origem a sete práticas e sete pautas que determinam a forma de fazer política de Marielle Franco e a luta por um mundo mais justo. Entre as práticas estão: promover diversidade, honrar as diversas populações e suas histórias, promover a coletividade, praticar a transparência, entre outras. Já as pautas são: justiça racial e defesa da vida, gênero e sexualidade, direito à favela, justiça econômica, saúde pública gratuita e de qualidade, educação pública gratuita e transformadora e cultura, lazer e esporte. Saiba mais e participe.

Programa Cidades Sustentáveis (PCS)

Campanha desenvolvida em parceria com o projeto CITinova e o Instituto Arapyaú incentiva que candidatos e candidatas ao Executivo e Legislativo dos municípios brasileiros se comprometam com uma agenda de sustentabilidade urbana que promova a construção de cidades mais justas, democráticas e sustentáveis. Candidatos(as) a prefeito(a) ou vereador(a), bem como partidos políticos, podem assinar a carta do Programa. Entre os compromissos previstos estão a realização de diagnósticos do município usando os 260 indicadores qualitativos e quantitativos do PCS, a elaboração do Mapa da Desigualdade da cidade e do Plano de Metas, entre outras medidas. Ao se tornar signatária do PSC, prefeituras, gestores públicos e técnicos passam a ter acesso a uma página própria na plataforma web do Programa com informações gerais sobre o município e dados, indicadores, metas da gestão e boas práticas locais. Todas as informações estão disponíveis aqui

Campanha Criança é Prioridade 2020

Com o objetivo de incentivar que candidatos(as) à prefeitura assumam um compromisso público pela defesa de direitos das crianças, campanha lançada pela Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) reforça importância de políticas públicas integradas e intersetoriais em prol da infância brasileira. A ideia é que as organizações integrantes da RNPI possam se candidatar por meio de um edital para levar o termo de compromisso com informações e argumentos que embasam a luta pelos direitos das crianças a candidatos e candidatas à prefeitura de seus municípios. Outra proposta da RNPI é a criação de um Pacto Interfederativo pela Primeira Infância com o compromisso da União, estados, Distrito Federal e municípios de atender aos direitos da criança de forma colaborativa, complementar, integrada e corresponsável. O site permite navegar por um mapa e visualizar quais candidatos(as) aderiram à campanha e traz também materiais de comunicação para as redes sociais. Confira e participe.

Carta-compromisso pela inclusão empreendedora 

Pensando em maneiras de apoiar micro e pequenos empreendedores brasileiros que vivem em situação de vulnerabilidade social e econômica, o Empreender 360, plataforma de apoio ao ecossistema de microempreendedorismo da Aliança Empreendedora, elaborou uma carta-compromisso voltada a candidatos e candidatas às eleições municipais. O documento é estruturado em seis eixos: Inclusão financeira e financiamento; Educação empreendedora; Inovação, impacto social e tecnologia; Cultura empreendedora; Infraestrutura pública; e Apoio a grupos prioritários. A ideia é que as candidaturas  assumam um compromisso com a definição, execução, monitoramento e revisão de políticas públicas de inclusão a fim de garantir o apoio necessário a microempreendedores. Pessoas físicas também podem assinar. Conheça e assine o documento

Apoio institucional