Fundação Dom Cabral amplia a sua atuação social e cria o Centro Social Cardeal Dom Serafim

 

Publicado por: Fundação Dom Cabral

Consciente de seu papel de ser útil à sociedade e de seu compromisso com o desenvolvimento e inclusão social por meio da educação como um agente transformador, lançou o Centro Social Cardeal Dom Serafim, no dia 8 outubro, data que marca o aniversário de 1 ano de falecimento de seu patrono.

O Centro Social Cardeal Dom Serafim foi concebido para ampliar e acelerar os esforços da FDC para a redução das desigualdades sociais e promoção do desenvolvimento econômico no Brasil. Irá atuar com pessoas em situação de vulnerabilidade social, empreendedores da base da pirâmide – Movimento Pra>Frente – gestores de organizações sociais e as próprias instituições do terceiro setor, por meio do desenvolvimento e capacitação, além de um programa de bolsa de estudos.

Como fundador da FDC e patrono da instituição o Cardeal é a inspiração para a iniciativa que nasce com a incorporação da Fundação José Fernandes de Araújo pela FDC. A Fundação José Fernandes de Araújo apoia, há 40 anos, a educação de jovens.

Este ano, foram concedidas 88 bolsas de estudo para graduação a jovens em situação de vulnerabilidade social pela então Fundação José Fernandes de Araújo, em instituições como a PUC-Minas e Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais.

“Acolher o legado de Dom Serafim com a vinda da Fundação José Fernandes de Araújo para o âmbito da FDC, e impulsionar este legado com a criação do Centro Social é um momento de alegria, pois vem ao encontro da missão da FDC em contribuir com a construção de uma sociedade mais inclusiva e próspera. A FDC está reestruturando sua atuação social, pois entende que neste momento, mais do que nunca, temos necessidade de olhar para a base da pirâmide social, e para isso vamos ampliar nossa atuação para esta parcela da sociedade brasileira”, afirma Emerson de Almeida, cofundador e presidente da Diretoria Estatutária da FDC.

Ações Sociais

Um dos Pilares do Centro Social Dom Serafim é o Movimento Pra>Frente que tem como objetivo capacitar 1 milhão de empreendedores populares brasileiros. A pandemia global do novo Coronavírus trouxe novos desafios para os microempreendedores populares – somente no Brasil, são 10 milhões de microempreendedores, segundo dados do Portal do Empreendedor do Governo Federal. Para impulsionar o desenvolvimento econômico e o bem-estar social por meio da gestão e do empreendedorismo e responder com rapidez ao cenário imposto pela pandemia nas comunidades mais vulneráveis foi criado o Movimento Pra>Frente.

O Movimento também fez parceria com importantes instituições como o Consulado da Mulher, que incentiva o empreendedorismo feminino e o She’s Tech e o G10 Favelas. Como destaque de atuação para o Pra>Frente, o projeto Mãos de Maria, da comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, já formou 55 mulheres dentro do programa de capacitação em empreendedorismo.

Embora tenha sido lançado no contexto da pandemia, o Pra>Frente tem foco no futuro. Ou seja, irá fomentar conhecimentos que vão impulsionar a transformação e a escalabilidade dos negócios sociais, para que eles progridam durante, mas, sobretudo, após o fim do atual quadro de isolamento social.

Outra ação no âmbito do Centro Social Dom Serafim no pilar de atuação nas organizações sociais e em instituições do terceiro setor, foi a parceria firmada com a Sociedade Assistencial Bandeirantes (SAB) para realizar o Programa BASIS da FDC, uma trilha de capacitação que tem como objetivo ajudar pequenas organizações sociais e iniciativas da sociedade civil aplicadas na área da saúde e que fazem a diferença em comunidades.

Apoio institucional