Fundação Educar DPaschoal inicia disseminação da metodologia da Academia Educar

A partir dos bons resultados obtidos em mais de 26 anos de atividades, a Fundação Educar DPaschoal decidiu iniciar em 2016 um processo de replicação da metodologia da Academia Educar DPaschoal, o primeiro projeto da organização, que já atingiu mais de 3 mil jovens.

A iniciativa tem como proposta formar lideranças juvenis em escolas públicas, criando oportunidades para que jovens de 13 a 16 anos descubram o seu potencial, tornando-os capazes de transformar a sua realidade, de suas escolas e de suas comunidades.

Atualmente, 20 escolas – municipais e estaduais – da cidade de Campinas (SP) participam diretamente do projeto. Nestes espaços, 100 jovens participam de encontros semanais com a equipe da Fundação, durante nove meses, e também são responsáveis por fazer a multiplicação das atividades com outros colegas da escola, em oficinas de 1h a 2h. Além disso, toda a escola conta com um educador responsável pelo projeto e que ajuda na atuação dos estudantes.

Todo o conhecimento destes anos foi sistematizado em um guia – que deve ser lançado em abril – e a ideia, agora com a replicação, é levar esses aprendizados adquiridos para novas organizações que desenvolvam atividades com jovens e queiram também aplicar as ações.

Jonas de Jesus Santos, responsável pela replicação do projeto, conta que três parceiros se interessaram pela metodologia e já iniciaram o processo de formação de suas equipes. No Instituto Padre Haroldo (APOT), por exemplo, os educadores conheceram as bases conceituais da Academia – como os quatro pilares da educação, o protagonismo, a liderança e cidadania -, por meio de uma apresentação e da participação de diversas atividades dinâmicas.

No Instituto, as oficinas do Academia Educar serão incorporadas às ações que eles já desenvolvem junto aos adolescentes do projeto ROTA a partir do segundo semestre. O mesmo também será feito com o Instituto Gerando Falcões, de Poá (SP). Junto à Secretaria Municipal de Campinas, a ideia é formar os professores para que eles possam fomentar o protagonismo juvenil nos grêmios escolares.

“Estamos também aprendendo a como multiplicar esse conhecimento. Mas, a nossa proposta, é que cada vez mais pessoas e instituições possam conhecer a metodologia e adaptá-la para a sua realidade e contexto social. O primeiro passo é ter interesse em conhecer e, depois, juntos, desenhamos como se dará essa parceria. A ideia é somar, a fim de que mais jovens possam se empoderar”.

Além de oferecer a formação aos educadores das instituições, a Fundação Educar DPaschoal disponibiliza materiais pedagógicos e também fará o acompanhamento da equipe, a fim de esclarecer dúvidas e orientar os educadores em relação às atividades.

Os interessados em replicar a metodologia podem entrar em contato pelo e-mail: [email protected].

Apoio institucional