Instituto Arredondar, associado ao GIFE, é vencedor do Desafio de Impacto Social do Google

O Google anunciou, no dia 14 de junho, as organizações vencedoras do Desafio de Impacto Social, iniciativa que promoveu no Brasil. O objetivo é empoderar organizações brasileiras e fomentar o uso criativo da tecnologia para promover impacto social. O Instituto Arredondar, associado ao GIFE desde 2014, foi um dos grandes vencedores.

Ao todo foram mais de 1000 inscritos. Os dez finalistas foram selecionados de acordo com alguns critérios, como: impacto na comunidade, tecnologia, viabilidade e escalabilidade. Os cinco projetos vencedores receberão um prêmio de R$1,5 milhão e os outros cinco finalistas um prêmio no valor de R$650 mil.

O Arredondar, um dos vencedores da região Sudeste, tem como proposta promover a cultura de doar a partir da cooperação coletiva, canalizando os resultados para o fortalecimento de ações sociais. Os clientes das lojas parceiras do movimento, no momento de finalização da compra, são convidados a arredondar os centavos do valor total e fazer uma doação de até R$0,99.

Os recursos são direcionados para organizações sociais alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODMs), ou seja, que contam com projetos que visam a erradicação da fome, oferecimento de educação básica a todos, redução da mortalidade infantil e preservação do meio ambiente, entre outros.

“Estamos muito felizes. É o resultado de uma rede de confiança muito grande que se criou entre empresas varejistas, doadores e organizações [sociais]. Como perspectiva de futuro, acreditamos que este prêmio nos coloca em outro patamar. Essa conquista apoiará o desenvolvimento de novas tecnologias na frente de e-commerce, com uma equipe própria dentro do Instituto, e também um modelo de expansão, agora nacional, com uma nova modalidade tecnológica que estamos desenvolvendo com alguns parceiros”, explica Nina Valentini, diretora-executiva do Arredondar.

Vencedores da edição 2016

Além do Instituto Arredondar, também foram premiados com o valor de R$1,5 milhão as seguintes organizações: ITS-Rio (região Sudeste), uma plataforma para auxiliar cidadãos no debate e na criação de políticas públicas; Vetor Brasil (região Centro Oeste), portal para conectar jovens a cargos públicos de alto impacto; IPAM Amazônia (região Norte), plataforma para ajudar comunidades indígenas a se adaptarem às mudanças climáticas; e a Transparência Brasil (região Nordeste) um projeto para monitorar os gastos públicos na infraestrutura escolar.