Instituto Desiderata promove evento sobre oncologia pediátrica no Rio de Janeiro

Com a proposta de disseminar novos conhecimentos e alternativas contra o câncer infantojuvenil – doença rara e que mais mata na faixa de cinco a 19 anos – o Instituto Desiderata promove, entre os dias 25 e 27 de agosto, o 3° Fórum de Oncologia Pediátrica do Rio de Janeiro. O tema principal desta edição será a informação em saúde, destacando que a qualidade, o registro e a transparência dos dados são elementos fundamentais para a garantia de uma saúde pública eficiente.

Roberta Marques, diretora do Instituto Desiderata, ressalta justamente o papel da informação como elemento fomentador de práticas e de novos modelos de atuação em políticas públicas na área. “Afinal, somente com dados precisos, qualificados e organizados é possível tomar decisões estratégicas”, comenta, destacando que, desde 2003, o Instituto atua conjuntamente com gestores públicos nas áreas de saúde e educação para garantir o diagnóstico precoce e o acesso ao tratamento de qualidade do câncer infantojuvenil e a melhoria da qualidade do ensino para adolescentes.

O evento contará com mais de 20 atividades, entre oficinas, cursos, grupos de trabalho e apresentações. Entre os temas a serem discutidos estão questões como a humanização no tratamento; a ambientação dos espaços; os cuidados paliativos; o panorama da oncologia pediátrica; e a análise da qualidade do tratamento oferecido na rede pública.

À frente dos debates estarão profissionais da área, como Gonzalo Vecina Neto, superintendente do Hospital Sírio Libanês (SP); Marceli de Oliveira Santos, coordenadora geral de Prevenção e Vigilância do Instituto Nacional de Câncer (INCA); Teresa Cristina Cardoso Fonseca, presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediatrica (SOBOPE); entre outros. O fórum contará também com a presença de convidados internacionais, como Mark Greenberg, fundador e diretor do Pediatric Oncology Group of Ontario (Canadá) e Raul Ribeiro, do St. Jude Hospital – Memphis (EUA).

O evento marca ainda a celeboração pelos dez anos do “Unidos pela Cura”, iniciativa idealizada pelo Instituto Desiderata, na qual crianças e adolescentes com suspeita de câncer são encaminhados, da Atenção Primária para hospitais públicos, em até 72 horas para investigação da doença. A ação se tornou política pública em 2010 e, ao longo destes anos, mais de dois mil profissionais de saúde foram capacitados.

Os interessados em participar do fórum podem acessar a programação completa no site e fazer a sua inscrição online. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected].

O Instituto Desiderata é associado GIFE