Nova carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial é divulgada pela BM&FBOVESPA

Criado em dezembro de 2005, o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) tem como objetivo estimular a adoção de boas práticas no meio empresarial brasileiro e ser uma referência para o investimento socialmente responsável. A ferramenta reflete o retorno médio de uma carteira teórica de ações de empresas listadas na BM&FBOVESPA com as melhores práticas em sustentabilidade.

A cada ano um novo grupo de empresas é selecionado para compor a carteira do ISE e, para isso, as empresas são avaliadas em sete dimensões: geral; natureza do produto; governança corporativa; ambiental; social; econômico-financeira; e mudanças climáticas.

No último mês, a BM&FBOVESPA anunciou a carteira selecionada para 2015, que reúne 51 ações de 40 organizações. A grande novidade é que, para o próximo ano, o índice diversificou ainda mais os setores de atuação das companhias selecionadas, incluindo a categoria “Comércio”. Além disso, o nível de transparência das empresas aumentou significativamente. No total, 34 organizações autorizaram a abertura das respostas do questionário – contra 22 do ano passado.

Ao todo, quatro das quarenta empresas selecionadas para compor a carteira de 2015 são novas: JSL, B2W DIGITAL, LOJAS AMERICANAS e LOJAS RENNER. No geral, a nova carteira representa 19 setores diferentes e soma R$ 1,22 trilhão em valor de mercado, o equivalente a 49,87% do total do valor das companhias com ações negociadas na BM&FBOVESPA com base no fechamento de 24/11/2014 (no ano anterior, somavam R$ 1,14 trilhão em valor de mercado, o equivalente a 47,16% do total – com base no fechamento de 26/11/2013).

A carteira selecionada para 2015 é a 10a divulgada pela BM&FBOVESPA, desde a criação do índice em 2005. Sonia Favaretto, diretora de Imprensa e Sustentabilidade da BM&FBOVESPA e presidente do Conselho do ISE, explica que em termos de rentabilidade, o ISE apresentou de 2005 até 2014 (com base no fechamento de 08/07/14) uma variação de mais de 154,53%. Para efeitos de comparação, o Ibovespa, principal Índice da Bolsa teve alta de mais de 68,05% no mesmo período. Em termos de volatilidade, ou seja, risco, o ISE também tem um comportamento muito mais favorável.

A adesão ao ISE também pode agregar valor à imagem das organizações, tanto no mercado quanto em frente à sociedade como um todo. Para Sônia, a agenda do desenvolvimento sustentável vem ganhando cada vez mais espaço no universo empresarial, sendo incorporada aos processos, políticas, rotinas, etc. “Nesse cenário de integração de princípios de sustentabilidade na espinha dorsal das estratégias de negócio, integrar um índice de sustentabilidade agrega valor à imagem da companhia, pois a sociedade espera cada vez mais este tipo de comprometimento e iniciativa por parte das corporações. Trata-se de uma questão de reputação fazer parte do ISE, mas é também cada vez mais um diferencial de negócios, uma vez que a cada dia mais investidores têm a participação em índices de sustentabilidade como pré-requisito para a decisão de alocação de capital.”

Sobre o Índice de Sustentabilidade Empresarial

O ISE é o quarto do tipo no mundo (1º: Nova Iorque; 2º: Londres; 3: Johanesburgo). Sua metodologia é de responsabilidade do Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da FGV-EAESP e consiste em um questionário que avalia as empresas sete dimensões: Ambiental, Social, Econômico-Financeira, Governança Corporativa, Geral, Natureza do Produto e Mudanças Climáticas. A avaliação das empresas é feita em dois âmbitos: quantitativo (respostas do questionário) e qualitativo (envio de documentos comprobatórios de forma amostral). O índice é calculado pela BM&FBOVESPA em tempo real ao longo do pregão, considerando os preços dos últimos negócios efetuados no mercado à vista. São convidadas a participar do processo as empresas que detém as 200 ações mais negociadas no pregão em termos de liquidez.

As respostas das empresas, assim como outras informações podem ser acessadas no site do índice.

O Instituto BM&FBOVESPA é associado GIFE

Associados

Apoio institucional