Oi Futuro divulga resultado do Oi Novos Brasis

Os vencedores do edital de seleção do programa Oi Novos Brasis acabam de ser divulgados. Ao todo, 22 projetos desenvolvidos em todo o território brasileiro foram selecionados.

A iniciativa do Instituto Oi Futuro teve como objetivo destacar o trabalho de organizações sociais e iniciativas comunitárias que utilizam tecnologias da informação e comunicação, tecnologias de baixo impacto ambiental e estímulo ao aprendizado e ao trabalho colaborativo em rede para viabilizar a construção de novas realidades.

O edital valorizou ações focadas em segmentos sociais historicamente excluídos como pessoas com deficiência; comunidades ribeirinhas, pescadores, caiçaras, extrativistas agroflorestais; mulheres; povos indígenas; afrodescendentes e quilombolas; e população urbana e rural em área de vulnerabilidade.

Em 2014, o edital chegou a sua 10 edição e, ao longo de todos esses anos, mais de 170 projetos já foram apoiados pelo Oi Novos Brasis. Confira abaixo o descritivo das iniciativas vencedoras dessa edição:

Projeto: Integrando direitos humanos e socioambientais

Estado: Acre

Organização: Centro de Defesa dos Direitos Humanos e Educação Popular do Acre (CDDHEP-AC)

Objetivo: Desenvolver a comunidade rural da Vila Campinas, em Plácido de Castro, integrando ações socioeconômicas, ambientais e culturais. A ideia é fomentar o desenvolvimento comunitário, utilizando ferramentas como educação popular, cidadania e ações agroecológicas de geração de renda.

Projeto: Resgatando a Boa Hora da Castanha

Estado: Amazonas

Organização: Associação de Moradores Agroextrativistas da Comunidade de Boa Esperança (AMABES)

Objetivo: Mapear as castanheiras para promover a coleta da oleaginosa em locais abandonados da floresta, além de proporcionar condições para que as famílias trabalhem com o extrativismo e manejo da castanha ainda na floresta.

Projeto: Educando para Recaatingar

Estado: Bahia

Organização: Instituto Mata Branca

Objetivo: Sensibilizar as comunidades para a prática do recaatingamento, contribuindo para a diversidade e permanência de aves e mamíferos no bioma, por meio de ações de educação ambiental, preservação, conservação, reprodução e plantio de mudas de plantas nativas da caatinga.

Projeto: Jovem Empreendedor Rural

Estado: Ceará

Organização: Agência de Desenvolvimento Econômico Local

Objetivo: Contribuir para inclusão socioprodutiva e para permanência dos jovens no Território do Vale do Curu, localizado no semiárido cearense. A ideia é que esses jovens sejam atores de transformações socioeconômicos positivas na agricultura familiar, promovendo o desenvolvimento local.

Projeto: Rede Tucum – Tecendo Comunicação Solidária

Estado: Ceará

Organização: Instituto Terramar de Pesquisa e Assessoria a Pesca Artesanal

Objetivo: Qualificar a participação dos jovens, fortalecendo a estratégia de comunicação e gestão do turismo comunitário, considerando aspectos produtivos, organizativos, culturais, sociais e políticos das comunidades.

Projeto: Nós Amamos Laje

Estado: Espírito Santo

Organização: Associação Ateliê de Ideias

Objetivo: Contribuir para valorizar as referências positivas sobre o Território do Bem em suas oito comunidades, criando canais para o reconhecimento e o compartilhamento da produção endógena de cultura e de arte com os moradores da região.

Projeto: MAES – Módulos Agroecológicos Sucessionais

Estado: Goiás

Organização: Associação de Mulheres Rurais e Artesanais de Barro Alto e Santa Rita do Novo Destino

Objetivo: Desenvolver a cadeia produtiva da agroecologia nos assentamentos de reforma agrária da região de Barro Alto e Santa Rita do Novo Destino, buscando resgatar e valorizar a autoestima e o saber da agricultora, reconhecer o papel da mulher camponesa e promover a biodiversidade.

Projeto: Quilombo Vivo

Estado: Maranhão

Organização: Associação de Quilombos do Nordeste – AQUINE

Objetivo: Capacitar mulheres quilombolas em gestão de empreendimentos da agricultura familiar nos temas quintais agroecológicos; preparo e higienização de alimentos; design das embalagens de produtos e gastronomia quilombola.

Projeto: Saberes, cultura e sustentabilidade dos povos

Estado: Mato Grosso

Organização: Associação dos Moradores Agroextrativista da Resex Guariba Roosevelt, Rio Guariba – AMORARR

Objetivo: Promover o fortalecimento das formas de representação, organização e inclusão social para a gestão de negócios sustentáveis e consolidação de alternativas econômicas que levem em consideração os saberes e condições tradicionais de uso da floresta.

Projeto: Gerando conhecimentos socioambientais com TIC′s

Estado: Mato Grosso

Organização: Associação de Educação e Assistência Social Nossa Senhora da Assunção

Objetivo: Sistematizar, divulgar e multiplicar conhecimentos socioambientais, fruto das experiências realizadas nos últimos 10 anos pelas cinco entidades que compõem a Articulação Xingu Araguaia (AXA), através da implementação de ferramentas TIC colaborativas e da divulgação de experiências de reflorestamento.

Projeto: As Marruás Pantaneiras e seus doces caseiros

Estado: Mato Grosso do Sul

Organização: Associação de Mulheres Extrativistas do Pantanal

Objetivo: Industrialização dos doces caseiros, divulgação sobre a biodiversidade e venda dos produtos.

Projeto: Centro de Mídias de Acesso Público (CMAP)

Estado: Minas Gerais

Organização: Associação Imagem Comunitária – Grupo de Pesquisa e Experimentação em Mídias de Acesso Público

Objetivo: Implantar um centro de promoção de acesso de 30 grupos e movimentos culturais populares às mídias e oferecer cursos e oficinas por meio de plataforma online.

Projeto: Point Colibri de Comunicação

Estado: Pará

Organização: Associação Folclórica e Cultural Colibri de Outeiro

Objetivo: Capacitar e instrumentalizar 40 pessoas da comunidade, na faixa etária a partir de 11 anos, para o uso das redes sociais para divulgação das ações promovidas pela associação e da comunidade em geral, estimulando a participação, o pensamento crítico e de solução das suas necessidades.

Projeto: Semeando cidadania no semiárido paraibano

Estado: Paraíba

Organização: Cunhã Coletivo Feminista

Objetivo: Colaborar para que mulheres rurais, de comunidades tradicionais e associações comunitárias do Cariri Ocidental paraibano, incidam para a garantia de direitos e o acesso às políticas e serviços sociais básicos para suas comunidades.

Projeto: Meninas e Meninos da Alegria

Estado: Pernambuco

Organização: Grupo de Informática Comunicação e Ação Local

Objetivo: Vivenciar momentos de construção de novos conhecimentos e saberes, com 1400 crianças e adolescentes rurais, estudantes das escolas municipais do campo de Glória do Goitá, utilizando as tecnologias de informação como suporte para produção de materiais de comunicação.

Projeto: Um olhar para a cidadania

Estado: Piauí

Organização: Instituto COMRADIO do Brasil

Objetivo: Promover ações voltadas para encontrar soluções concretas que favoreçam a inclusão social de cegos e amplie o debate sobre acessibilidade a partir dos meios de comunicação, campanhas e eventos sobre a cidadania, tendo como ponto de partida a formação profissional em rádio e TV.

Projeto: APPs em rede – aplicativos que transformam

Estado: Rio de Janeiro

Organização: Associação Experimental de Mídia Comunitária

Objetivo: Ampliar a perspectiva de vida de jovens moradores de comunidades de baixa renda, com ações de qualificação no campo do desenvolvimento de aplicativos e sistemas para dispositivos móveis, apostando no uso das tecnologias de informação para construção de ferramentas que melhorem as condições de vida.

Projeto: Jovem técnico agroecológico

Estado: Roraima

Organização: Agência de Desenvolvimento Sustentável Socioagroambiental – ADLIS

Objetivo: Incentivar o desenvolvimento sustentável mediante adoção de práticas agroecológicas, fortalecendo a participação dos jovens das comunidades do Território da Cidadania Sul de Roraima na troca de saberes socioagroambientais.

Projeto: Rede Informa – Estabelecendo cidadania

Estado: Rio Grande do Sul

Organização: Programa de Apoio a Meninos e Meninas – PROAME

Objetivo: Garantir a efetivação dos direitos humanos de crianças, adolescentes e jovens, potencializando a execução das ações compartilhadas em rede, que possibilitará a disseminação da informação sobre os caminhos do atendimento, bem como as fragilidades da oferta de serviços no fomento de políticas públicas.

Projeto: Sabores da Roça

Estado: Santa Catarina

Organização: Centro de Motivação Ecológica e Alternativas Rurais

Objetivo: Fortalecer a comercialização em rede de alimentos agroecológicos no território do Alto Vale do Itajaí, por meio da qualificação na organização produtiva, na estrutura de recepção-distribuição dos alimentos e na comunicação com os consumidores.

Projeto: Rede de turismo ambiental comunidades tradicionais

Estado: São Paulo

Organização: Associação Cultural Comunitária Gaivota

Objetivo: Desenvolver o potencial do turismo ambiental nas comunidades tradicionais quilombolas da fazenda e indígenas das aldeias Boa Vista e Renascer de Ubatuba, unindo-as em rede e estabelecendo parcerias para garantir a subsistência e a sustentabilidade ambiental.

Projeto: Construção de um novo tempo para o projeto de assentamento Água Branca

Estado: Tocantins

Organização: Instituto Zerbini Sustentável e Solidário

Objetivo: Construir um novo modelo de produção no PA (Projeto de Assentamento) Água Branca no qual agrega a produção de alimentos saudáveis consorciado com a proteção de nascentes e de APP′s, a participação familiar (homens, mulheres e jovens), o uso de trabalho coletivo de produção (mutirão), a proteção do bioma Amazônia e Cerrado.

Mais informações sobre as iniciativas podem ser obtidas no site da organização (www.oifuturo.org.br).

Com informações do portal Oi Futuro

O Instituto Oi Futuro é associado GIFE

Associados