Plataforma Faz Sentido conecta conteúdo educacional ao universo dos adolescentes

A adolescência é um período marcado por muitos questionamentos e a razão de frequentar a escola certamente é um deles, tendo em vista que, muitas vezes, os conteúdos apresentados estão distantes da realidade dos jovens. Com a proposta de conectar o Ensino Fundamental II, período que vai do 6º ao 9º ano, ao universo dos adolescentes foi criada a plataforma Faz Sentido. Ela traz uma série de recomendações e práticas para auxiliar escolas e professores a transformarem os anos finais do Ensino Fundamental em um período prazeroso e, principalmente, proveitoso.

“Essa etapa é essencial ao jovem para que chegue ao Ensino Médio com habilidades e aprendizados suficientes para se desenvolver. Pesquisas educacionais mostram que muitos jovens entram no Ensino Médio com deficiências no aprendizado e isso acaba provocando a sua desistência. A evasão escolar no Ensino Médio é muito alta, por isso é tão importante apoiar as redes de ensino, escolas e professores na construção de um Ensino Fundamental II mais conectado com as necessidades e os interesses dos adolescentes”, comenta Ricardo Henriques, superintendente executivo do Instituto Unibanco, um dos apoiadores do projeto.

Diante deste cenário, a plataforma Faz Sentido oferece soluções, orientações e ferramentas que funcionam como um guia prático para orientar a construção de uma nova proposta de Ensino Fundamental, que busca dar sentido à educação para adolescentes do século 21.

O espaço virtual propõe uma trilha com sete etapas que devem ser seguidas por toda a comunidade escolar. Essas etapas incluem mobilização para adesão da rede, organização do processo, realização de escutas inspiracionais, criação de soluções, definição de diretrizes, implementação e monitoramento e avaliação.

A Faz Sentido também oferece estudos, recomendações e práticas que foram elaborados a partir de ações de design, conduzidas pela Agência Tellus, com dicas relevantes sobre adolescência, currículo, formação de educadores e gestão, além de ideias e experiências que podem ser aplicadas nas escolas.

Além do Instituto Unibanco, a plataforma tem o apoio do Instituto Inspirare, a Agência Tellus, o Laboratório de Mídia e Educação (MEL) e o Laboratório de Inovação Educacional (LABi).

Como participar

As escolas podem ter acesso ao conteúdo da Faz Sentido fazendo cadastro no site da Plataforma.