Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos completa 10 anos e abre inscrições

A comerciante Lecirene Donato iniciou sua trajetória de empreendedora aos 20 anos, montando barraca em feiras de diversas cidades do interior baiano. Hoje, aos 36, ela é proprietária de três lojas e comanda uma equipe de 12 funcionários. Na receita de sucesso, empenho, perseverança e uma dose importante de microcrédito.

É justamente com a proposta de valorizar histórias inspiradoras de empreendedores brasileiros que alavancaram seus negócios utilizando de maneira transformadora os recursos de microcrédito, como a de Lecirene, que o Citi lança a edição 2015 do Prêmio Citi Melhores Microempreendimentos.

A iniciativa é realizada há dez anos no Brasil e conta com a parceria da organização social Aliança Empreendedora. O concurso integra uma iniciativa global, realizada em mais de 30 países, com o patrocínio da Citi Foundation.

“O Citi acredita na importância do microempreendedorismo para o progresso das comunidades em que atua e vê no prêmio uma forma de incentivar e reconhecer aqueles que assumem essa responsabilidade. Durante todos esses anos, tem sido muito gratificante acompanhar microempreendedores se profissionalizando, crescendo e gerando novas oportunidades de negócio e trabalho nas diversas regiões do Brasil”, afirma Priscilla Cortezze, superintendente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade do Citi Brasil.

O prêmio é voltado a três públicos principais: empreendedores que se destacam pelo sucesso alcançado em seus negócios; Agentes de Crédito que apoiam esses microempreendedores; e Instituições de Microfinanças (IMFs) com práticas inovadoras ou desenvolvimento local.

Assim, cada público deverá se inscrever numa categoria diferente na premiação. São elas:

  1. Microempreendimentos (somente indicados por agentes de crédito): voltada a empreendedores de microempreendimentos em qualquer ramo de atuação, com faturamento anual de até R$ 360 mil;
  2. Agente do Ano: direcionada aos agentes de crédito formalmente ligados a uma IMF que apresentem um resultado excepcional em credibilidade, visão sistêmica, geração de valor e inovação;
  3. IMF do Ano em Desenvolvimento Local: direcionada a instituições de microfinanças que desenvolveram e implementaram inovação em tecnologia social, trazendo resultados tangíveis em melhorias comunitárias por meio da concessão do microcrédito;
  4. IMF do Ano em Gestão Inovadora: voltada à instituições que desenvolveram e implementaram inovação referente a algum serviço e/ou produto relacionado ao seu processo de concessão de crédito, criaram soluções tecnológicas e/ou operacionais que tenham agregado valor e impacto social ou ambiental.

Cada categoria possui critérios específicos, considerados em diferentes etapas.

As IMFs vencedoras receberão como prêmio a oportunidade de enviar um representante ao Foromic 2016 (Fórum Interamericano da Microempresa), com despesas pagas. Todos os ganhadores da categoria Agente de Crédito receberão capacitação profissional de quatro dias em São Paulo (SP), fornecida pela Aliança Empreendedora, também com todas as despesas cobertas.

Os agentes ganharão, ainda, quantias em dinheiro, em forma de vale-presente de uma loja online. O responsável por indicar o maior número de inscrições válidas levará R$ 1.500; os agentes que indicarem os empreendedores vencedores receberão vale de R$ 1.800 cada um; e o agente de crédito do ano ganhará um vale-presente de R$ 2 mil e um vale-curso de R$ 1.500.

Os empreendedores vencedores terão também direito a uma capacitação profissional de quatro dias na capital paulista, oferecida pelo Sebrae, com todas as despesas pagas. Além disso, os ganhadores em cada faixa de faturamento receberão R$ 9 mil e o empreendedor do ano receberá ainda o total de R$ 13 mil.

Os interessados em participar podem acessar o site e fazer a inscrição até o dia 05 de fevereiro. Mais informações pelo e-mail: pcmm@ponteaponte.com.br.