Red Bull busca empreendedores sociais para processo de mentoria

Iniciativas criativas e inovadoras devem ser impulsionadas para que seu alcance e impacto social sejam maiores. Pensando em estimular pessoas com espírito empreendedor, a Red Bull acaba de lançar a quarta edição do Red Bull Amaphiko Academy, programa global cujo objetivo é selecionar e apoiar o desenvolvimento de pessoas que tenham propostas inovadoras para a solução de desafios sociais.

Para a Red Bull, inovação social são novas estratégias, serviços, produtos e modelos de negócios que buscam solucionar desafios da sociedade para torná-la mais justa, igual, humana, sustentável e diversa. Dessa forma, podem participar do edital projetos que usam moda, saúde, educação, energia, cidades, tecnologia, mobilidade, arte, cultura, dança, música, resíduos, gênero, gastronomia, esporte ou finanças como ferramenta para causar impacto.

É necessário que a solução seja concreta, mensurável, inovadora, que tenha o impacto social como centro da proposta e atraia e engaje mais pessoas para a causa. Além disso, serão aceitas somente ações em estágio inicial, mas que já tenham passado da fase de ideação, ou seja, é necessário já ter sido testada e apresentar potencial de desenvolvimento.

Além dos requisitos da própria proposta, também é necessário que os proponentes sejam pessoas visionárias e inspiradoras, mobilizadas em prol da transformação social, com espírito empreendedor e visão estratégica para elaboração do modelo de negócio para obter impacto social e sustentabilidade da iniciativa, além de ter uma relação próxima com a causa na qual atua.

Seleção e inscrições

Levando em conta as especificações citadas acima, serão selecionados 15 empreendedores, os Fellows, que terão acesso a uma gama de benefícios, entre eles um processo de aceleração com duração de 18 meses, começando em julho de 2019 e com término previsto para dezembro de 2020.  

O primeiro passo da trajetória de um ano e meio é uma imersão presencial de dez dias a ser realizada em julho e agosto deste ano em São Paulo. Durante esse período, serão realizadas atividades com empreendedores, inovadores, pensadores, ativistas e líderes de organizações para ajudar os Fellows a definir seu plano de voo, ou seja, a estratégia a ser desenvolvida durante o processo de incubação.

Além das sessões de mentoria customizadas com profissionais da área para falar sobre modelos de negócio, planejamento e estratégia, identidade, mediação de conflitos, medos e inseguranças, teoria de mudança, desenvolvimento de equipe, gestão e processos, os empreendedores também irão aprender a comunicar sua causa da melhor forma a partir de estratégias de storytelling.

O processo seletivo será dividido em seis etapas, que incluem o preenchimento da ficha de inscrição, seleção de 50 projetos, entrevistas em profundidade, escolha de 30 empreendedores, apresentação presencial em São Paulo e a seleção dos 15 finalistas prevista para junho.

As inscrições podem ser realizadas até 12 de abril pelo site da Amaphiko Academy. Todas as regras da chamada estão disponíveis neste link. Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected].

Notícias relacionadas

Apoio institucional