São Paulo sedia Fórum Brasileiro de Filantropos e Investidores Sociais

Um amplo debate sobre inovação e impacto do investimento social privado ganhou espaço na agenda de eventos de São Paulo. Promovido pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) em parceria com o Global Philanthropy Forum (GPF), o Fórum Brasileiro de Filantropos e Investidores Sociais reuniu mais de 200 pessoas, entre palestrantes e participantes, no último dia 6 de novembro. O GIFE marcou presença com André Degenszajn, secretário geral, Beatriz Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho de Governança, e Ana Carolina Velasco, gerente de relacionamento.

O encontro foi pautado pela troca de experiências e pela promoção do aprendizado coletivo. A programação, pensada para oferecer aos participantes modalidades diversas de aprendizado e reflexão, contou com uma série de plenárias, sessões paralelas e mesas temáticas.

Já na plenária de abertura, Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho de Administração da Gerdau, deu o tom do evento. O empresário falou sobre inovação e impacto do investimento social privado, usando como exemplo sua experiência em gestão de processos e como isso pode contribuir para a eficiência e gestão no terceiro setor.

Outro tema relevante ganhou destaque com a presença de duas famílias empresariais que são referência em filantropia: o investimento social familiar. Sandra Regina Mutarelli Setúbal, presidente do Instituto PENSI – Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil, José Luiz Egydio Setúbal, presidente da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho de Administração da Gerdau e Beatriz Gerdau Johannpeter, vice-presidente do Conselho do Instituto Gerdau e presidente do Conselho do GIFE foram os convidados.

A atividade buscou refletir como o impacto do investimento social privado a partir da atuação familiar pode atravessar gerações. Os convidados trouxeram exemplos de sua atuação na prática, destacando como os valores passados de geração para geração influenciam as suas práticas de investimento social.

Em outro momento do evento, as mesas temáticas promoveram uma reunião de profissionais especializados em diferentes áreas para falar sobre o investimento social privado sob diferentes perspectivas. Entre os temas abordados, destaque para o contexto atual do terceiro setor no Brasil, a identificação e apoio a lideranças que atuam pela sustentabilidade e o potencial da promoção da cultura da doação no ambiente de trabalho.

Nas sessões paralelas, atividades temáticas aconteciam simultaneamente. Os participantes puderam escolher palestras sobre temas como inovação na área da saúde, investimento social e atuação em comunidades alcançadas pela operação da empresa mantenedora, tecnologia e impacto social e arranjos inovadores para o desenvolvimento sustentável.

O evento foi encerrado com uma plenária sobre “Inovações na Filantropia” e contou com Lester Salamon como palestrante. Durante a palestra, o professor da Universidade Johns Hopkins e diretor do Centro de Estudos da Sociedade Civil no Instituto Johns Hopkins (EUA), abordou as novas fronteiras da filantropia, a força dos projetos inovadores e quais são os caminhos necessários para o fortalecimento de novos modelos de ação social.

Para saber mais sobre o evento acesse o site da iniciativa.