Segunda-feira, 25 fevereiro de 2002

Estímulo ao trote sem violência

Para estimular a recepção a calouros universitários sem humilhação aos estudantes, a Fundação Educar DPaschoal vai eleger os cinco mais criativos trotes sociais de faculdades brasileiras. A intenção é levar calouros e veteranos a aproveitar a festa de iniciação para promover eventos de utilidade social, como distribuição de alimentos, doação de sangue e visitas a hospitais e creches. As inscrições vão até 29/3 e o regulamento está no site www.troteacidadania.com.br. (Revista Veja, p. 105, 27/2 – Cley Scholz)

A legião de órfãos de Guga

Guaraná, caixa eletrônico, uniforme, cinemas, escolinhas. No rastro da cirurgia para corrigir a lesão no quadril esquerdo, Gustavo Kuerten deixará uma legião de órfãos, que se estende entre seus patrocinadores e aprendizes de tênis. A parceria com o Banco do Brasil rendeu frutos como escolinhas de tênis que reúnem mil crianças de colégios públicos, com idades entre sete e 12 anos. Apesar do afastamento de Guga, o Banco do Brasil espera até aumentar o número de participantes desse projeto. (Jornal do Brasil, p. 25, 24/2 – Fabio Grijó)

Faça parte

Em um único dia, o Grupo Voluntário, criado pelo Instituto Pão de Açúcar, atendeu mais de 3.500 pessoas. Funcionários de cinco lojas levantaram as carências de suas comunidades e criaram projetos que oferecem palestras sobre saúde, educação e marcado de trabalho e balcões para emissão de documentos.

Será de R$ 120 milhões o orçamento da Fundação Bradesco para este ano. Além de garantir a manutenção das 38 escolas da entidade que atendem gratuitamente mais de 103 mil alunos em todo o país, parte desse montante servirá para a mais nova unidade da instituição, a ser construída em Boa Vista, Roraima. (O Estado de S. Paulo, p. D5, 23/2 – Cesar Giobbi)

Empresas, fundações e institutos citados nas matérias publicadas hoje:

  • Banco do Brasil
  • Fundação Bradesco
  • Fundação Educar DPaschoal
  • Instituto Pão de Açúcar

 

Apoio institucional