Segunda-feira, 9 de junho de 2003

Terceiro setor abre novas frentes de trabalho

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) conclui que 60% das empresas brasileiras já desenvolvem ações em benefício da comunidade. O diretor de Recursos Humanos e Assuntos Corporativos da Nestlé, Carlos Roberto Faccina, ressalta que os profissionais já estão descobrindo a importância desse novo mercado. Faccina afirmou que o projeto A Viagem da Nestlé pela Literatura já envolve 200 professores e 8.000 alunos. Outra empresa que está desenvolvendo ações sociais é a Microsoft. Ela tem oferecido a governos e instituições educacionais softwares com descontos especiais ou mesmo gratuitamente. Para o GIFE (Grupo de Institutos, Fundações e Empresas), as empresas estão adotando ferramentas de gestão típicas do dia-a-dia corporativo. A instituição, que conta com 48 associados, afirma que 73% das organizações associadas elaboraram planos estratégicos para nortear sua atuação, 87% desenvolvem algum tipo de monitoramento dos projetos e 92% submeteram o orçamento a avaliações de resultado. (O Estado de S. Paulo, Inês Migliaccio, 9/6)

Açúcar União mantém o Senninha

A União, marca da Copersucar, e o Instituto Ayrton Senna firmaram uma parceria de marketing para impulsionar os negócios das duas instituições. O acordo consiste na destinação de parte dos recursos das vendas dos produtos da União para o Instituto Ayrton Senna, que irá ceder seu garoto-propaganda, o Senninha, na campanha publicitária da empresa de açúcar pelo período de cinco meses. (Gazeta Mercantil, 09/6)

Solução de hospital do Paraná impacta pediatria

O programa Família Participante, do Hospital Infantil Pequeno Príncipe, de Curitiba (PR), e da Fundação Abrinq, será modelo para todos os hospitais pediátricos da rede pública do país. O projeto prevê o acompanhamento 24 horas de um familiar, durante o período de internação da criança no hospital. Num primeiro momento, o modelo será implantado no Hospital Menino Jesus, de São Paulo. Paralelamente, a Fundação Abrinq irá distribuir uma publicação para todos os hospitais pediátricos do Brasil para informar sobre o programa. (Gazeta Mercantil, 09/6)

Lançamento do McDia Feliz

No próximo dia 11 de junho, a Associação dos Amigos da Criança com Câncer (AACC) irá realizar o lançamento do McDia Feliz para convidados, parceiros e empresas. Durante o café da manhã haverá a entrega de uma Kombi, que é resultado das doações de 2002. No evento, a direção da AACC irá anunciar quais serão suas próximas ações; haverá ainda a venda de camisetas da campanha, a R$10, e a abertura da venda dos 4,5 mil tickets do sanduíche Big Mac. A novidade do lançamento fica por conta dos artistas que participarão da campanha. O McDia Feliz acontece em 16 de agosto. (Diário de Cuiabá, 07/6)

Empresa lança Iº Prêmio Unimed Receita de Cidadania

A Unimed Cuiabá lançou na última quarta-feira (4/6) o 1º Prêmio Unimed Receita de Cidadania, uma iniciativa que visa a incentivar ações de responsabilidade social na comunidade. O jornalista Gilberto Dimenstein estava na solenidade e proferiu palestra sobre as empresas cidadãs. O objetivo do concurso é premiar as ações que contribuam para a melhora da qualidade de vida e para a redução das desigualdades sociais. (Diário de Cuiabá, 07/6 e A Gazeta-MT , 06/6)

Escola promove concurso de música

A Escola Estadual Antônio Lucena Bittencourt, de Manaus (AM), realizou no último sábado (7) um concurso de música sobre o meio ambiente. O evento faz parte dos projeto Tom do Pantanal, que pretende despertar o espírito de cidadania e a consciência ambiental em alunos do ensino fundamental. A iniciativa conta com a parceria da Fundação Roberto Marinho. Além das músicas concorrentes, durante o evento os alunos tiveram oportunidade de mostrar talento e criatividade em apresentações de dança e poesia. (A Crítica-AM, 7/6)

CrescerA prefeitura municipal de Boa Vista mantém um projeto para garantir os direitos de jovens de 15 a 21 anos. O projeto Crescer atende 700 jovens em 13 diferentes oficinas de capacitação. Cada beneficiado recebe uma bolsa incentivo de R$ 100 e vale-transporte, além de participar de atividades esportivas, de aulas de informática e ter apoio psicológico e psiquiátrico. O projeto é executado pela Fundação de Educação Ciência e Cultura de Roraima (Fecec) e recebe o apoio da Unicef, Fundação Abrinq e Petrobras. (Folha de Boa Vista, 7/6)

Governo implanta Sergipe Presente

O Telecurso 2000 nasceu da parceria entre a Fundação Roberto Marinho e a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Desde então, cerca de 90 mil pessoas concluíram o ensino fundamental utilizando o método nas telessalas instaladas nas escolas da rede pública. Em razão do sucesso do programa, o governo do estado de Sergipe firma uma parceria com a Fundação Roberto Marinho no próximo dia 10 de junho para a implantação do projeto, que tem como objetivo educar e formar profissionalmente agentes de saúde, alunos da rede pública e moradores de comunidades de baixa renda. (Jornal da Cidade, 7/6)

Empresas, fundações e institutos citados nas matérias publicadas hoje:

  • Açúcar UniãoAlstom
  • Fundação Abrinq
  • Fundação Roberto Marinho
  • GIFE – Grupo de Institutos, Fundações e Empresas
  • Instituto Ayrton Senna
  • Microsoft
  • Nestlé
  • Unimed Cuiabá
Apoio institucional