Associação Brasileira de Captadores de Recursos promove primeiro Congresso online de Captação de Recursos

O tema de captação de recursos ainda é um desafio no Brasil. As Organizações da Sociedade Civil (OSCs) precisam buscar diariamente novas fontes de financiamento para se manterem vivas e operantes. Para aprofundar e dividir conhecimentos sobre o tema, a Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) promove, nos dias 6 e 7 de novembro, o  I Congresso Online de Captação de Recursos.

Ao todo, serão oito palestras online sobre diferentes temas dentro de mobilização de recursos. Todas as aulas terão duração de dez a vinte minutos e serão oferecidas por associados à ABCR, membros do conselho, diretoria e convidados. Os interessados poderão assistir ao conteúdo nos dois dias de Congresso. A participação é gratuita e as inscrições podem ser feitas neste link.

Mapa do terceiro setor

Para  quem quer conhecer um pouco mais sobre as características do terceiro setor, além de ideias e dicas para captação de recursos, a ABCR oferece alguns materiais. Um deles é um infográfico, que mostra o terceiro setor em números. Produzido pela Captamos, plataforma de conhecimento em captação de recursos da Associação, o material traz um perfil resumido sobre como se portam as 820.400 organizações da sociedade civil no Brasil. Dados curiosos mostram, por exemplo, que 35% das organizações sem fins lucrativos captam recursos, mas somente 28% têm uma área dedicada a isso.

Os dados numéricos também são expressivos. Em 2016, R$ 2,4 bilhões foram doados por 268 empresas e 18 fundações empresariais. Mas, desse valor, somente R$ 512 milhões foram destinados a organizações que não possuíam ligação com os doadores. Todas as informações e suas fontes podem ser conferidas no infográfico disponível neste link.

Princípios éticos na captação

Outra iniciativa nesse sentido é a Declaração Internacional de Princípios Éticos na Captação de Recursos. Aprovado em julho, em Londres, durante o International Fundraising Convention, o documento foi assinado por inúmeras associações de captadores de todo o mundo, incluindo a ABCR, e tem como objetivo ser um guia para aqueles que atuam mobilizando doações para OSCs, de forma a garantir que padrões éticos sejam obedecidos.

Disponível em português e inglês, o texto fala sobre as motivações, valores, crenças e princípios que regem a profissão de captador de recursos. Entre os princípios que são valorados pelas organizações que ajudaram a construir a Declaração estão: honestidade, respeito, integridade, transparência e responsabilidade.

Além disso, a ferramenta apresenta práticas que são padrão na atividade. São cinco ao todo: responsabilidade dos captadores de recursos em cumprir integralmente a legislação relevante e os padrões regulatórios; responsabilidade para com os apoiadores; responsabilidade para com a causa e seus beneficiários; relatórios de gestão, financiamento e custos da captação de recursos; e pagamentos e compensação. Confira o documento na íntegra neste link.

Recentemente, a Captamos lançou um infográfico com dez ideias para alavancar a ação de captação. Entre elas estão: ativar o conselho, investir em métricas, criação de um programa de doação recorrente, agradecer as doações, realizar uma comunicação centrada no doador, entre outros passos. Confira todos neste link.

Notícias relacionadas