Chamada pública busca startups de base tecnológica para fortalecer ciência e inovação no Brasil

Estão abertas as inscrições para a segunda rodada do Programa de Investimentos em Startups Inovadoras, iniciativa da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

A chamada, seleção e apoio a empresas de base tecnológica, inovadoras e criativas têm como objetivo fortalecer o sistema nacional de ciência, tecnologia e inovação, disponibilizar recursos financeiros para que as startups enfrentem os principais desafios dos estágios iniciais de desenvolvimento, além de promover o crescimento do mercado de capital semente no Brasil.

Podem participar da chamada empresas que desenvolvam ações relacionadas aos temas: agritech, cidades inteligentes e sustentáveis, construtech, economia circular, defesa, economia criativa, educação, energia, fintech/insurtech, healthtech, mineração, óleo e gás, química e materiais bio-baseados.

Enquanto agritech, por exemplo, abrange soluções relacionadas à agricultura e pecuária de precisão, construtech refere-se a ações relacionadas a construção civil. Já em educação, estão aptas a participar soluções que favoreçam a personalização do processo de aprendizagem. A categoria fintech/insurtech, por sua vez, abrange soluções que visam a aprimorar ou implantar novos produtos e processos relacionados a serviços financeiros e/ou seguros.

Além das áreas temáticas, o edital também delimita as tecnologias que podem ser usadas para colocar as ações em prática, como biotecnologia, blockchain, inteligência artificial, internet das coisas (IoT), manufatura avançada, microeletrônica e realidade aumentada, virtual ou mista.

Para participar, as empresas precisam ter sede no Brasil e ser registradas há no mínimo seis meses; ao menos um dos sócios deve se dedicar integralmente ao negócio; e ter receita operacional bruta, em 2018, igual ou inferior a R$ 4,8 milhões. Além disso, é preciso que o modelo de negócios, produto ou serviço esteja ao menos na fase de prototipagem final, com testes bem sucedidos e viabilidade comercial comprovada. Não serão aceitas iniciativas na fase de pesquisa.

Seleção

A seleção será realizada em três etapas. Na primeira, haverá a avaliação dos planos de negócios, com a seleção de 75 empresas. A segunda será destinada ao parecer da banca avaliadora, que irá escolher 30 concorrentes. Por fim, as startups receberão visitas técnicas, além da avaliação da documentação jurídica de cada organização. Nessa fase, até 30 startups serão definidas para receber apoio.

Entre os critérios que serão considerados nessas etapas estão aderência aos temas e tecnologias delimitados pelo edital, desenvolvimento tecnológico próprio do objeto da captação de recursos, funcionalidades dos produtos ou serviços, inovação, perfil dos empreendedores que compõem a equipe, entre outros.

Inscrições

Os interessados em participar da chamada devem realizar as inscrições no site do Finep até 28 de fevereiro. Todos os resultados serão divulgados no site do programa. Eventuais dúvidas devem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] ou esclarecidas no regulamento do edital, disponível neste link.

Related news

Apoio institucional