Dia de Doar inicia mobilização para a campanha de 2017

Um verdadeiro chamado à ação. Essa é a proposta do Dia de Doar, que este ano de 2017 irá mobilizar todo o país em 28 de novembro. O #diadedoar foi realizado no Brasil pela primeira vez em 2013, e sua origem é os Estados Unidos, onde começou em 2012. Foi criado pela organização 92Y e hoje é uma campanha mundial, com mais de 35 países oficialmente participando.

Nos outros países, a iniciativa tem o nome de #GivingTuesday, que significa “terça-feira da doação”. No Brasil, o #diadedoar é organizado pelo Movimento por uma Cultura de Doação, uma coalização de organizações e indivíduos que promovem a cultura de doação no país.

O convite é que todos os brasileiros possam se mobilizar nesta data para termos um país mais generoso e solidário, em especial para com as organizações da sociedade civil. “O Dia de Doar é um chamado para que as pessoas reflitam, entendam e ajam, assumindo também a sua responsabilidade no fortalecimento de uma sociedade civil autônoma, que passa necessariamente pelas doações às organizações, a fim de que possam desenvolver o seu trabalho. Isso é uma parte importante do desenvolvimento da democracia no país”, ressalta Joana Mortari, membro do Movimento.

João Paulo Vergueiro, diretor executivo da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR) e membro do Movimento, aponta que o #diadedoar tem se tornado um disparador para que as pessoas doem não apenas nesta data especial, mas torne a doação parte do seu dia-a-dia ao longo de todo o ano. “Precisamos que esta ação de doar para as organizações da sociedade civil se torne um hábito. É um grande movimento mesmo para desenvolver uma doação rotineira”, comenta.

A campanha

“Quem tem coração doa, quem doa transforma”: o mote do #diadedoar 2017 mantém a mesma linguagem e chamado da última campanha, com a novidade neste ano de contar com um jingle especial (clique aqui para assistir ao vídeo). “A campanha está bem leve e divertida para que as pessoas se sintam inspiradas para buscar a sua organização e fazer a sua doação”, comenta Joana.

No site da campanha, também é possível acessar uma série de materiais que podem ser utilizados por todos os interessados em promover engajamento neste dia. São vídeos, cartazes, imagens, posts para redes sociais, entre tantos outros, preparados pelos parceiros do Movimento por uma Cultura de Doação.

O mais interessante do #diadedoar, porém, como lembra João Paulo, é justamente a possibilidade de cada um ter a liberdade de criar a sua própria campanha, mas estar unido a um movimento global. “As organizações podem usar esta data como uma oportunidade para lançar a sua campanha anual de captação de recursos, envolvendo empresas, governos, comunidade etc. Já para os investidores, é uma boa oportunidade para reforçar suas parcerias com as OSC e ajudar a alavancar a sustentabilidade econômica delas”, ressalta João Paulo.

Criatividade é o que não falta para as organizações e elas já estão se mobilizando para promover suas ações. A BrazilFoundation, por exemplo, realiza a ação “Abrace o Brasil”, que convida pessoas ao redor do mundo para doar para uma organização de sua escolha pelo site da BrazilFoundation. A iniciativa começou em setembro e se encerra no #diadedoar. Ao todo, 100 organizações brasileiras, espalhadas por 20 estados, estão engajadas nesta ação.

O Insper é uma delas e focou seus esforços em um projeto: #AbraceoProgramadeBolsasInsper. Todos os alunos bolsistas foram convidados a pensar, juntos, em ações a serem realizadas para engajar e motivar possíveis doadores e também espalhar o tema da cultura de doação. Entre as atividades previstas estão: criação de vídeos e diversas mensagens nas redes sociais do Insper, divulgações nos jogos universitários e instalação de totens para tirar fotografias com o mascote da faculdade vestindo a camiseta da campanha. A ação final será realizada no #diadedoar, com um grande encontro entre doadores do Insper e os bolsistas.

“O mais interessante deste movimento é que estamos conseguindo trazer a mensagem sobre a importância da cultura de doação para dentro da escola e os alunos estão mobilizados também para disseminar este assunto em suas próprias redes. Precisamos lembrar que estamos num ambiente muito privilegiado para discutir o tema, pois formamos futuros líderes. E o quanto mais eles estiverem envolvidos com a cultura de doação, com mensagens que possam contribuir para o desenvolvimento e a transformação da sociedade, mais impacto poderão promover no futuro”, ressalta Ana Carolina Velasco, gerente de Relacionamento Institucional do Insper.

Mas não são apenas as organizações que estão se movimentando para o #diadedoar. Várias cidades, inclusive, já se mobilizaram para que a data seja algo oficial do município e, com isso, tenha ainda mais impacto. Esse é o caso de Sorocaba (SP), Limeira (SP), Caicó (RN), São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Já o Estado de São Paulo é o primeiro a ter um projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa (Projeto de Lei 790/2017) prevendo a promoção oficial do Dia de Doar.

Impacto da ação

A cada ano, o #diadedoar tem tido mais engajamento e resultados positivos para as organizações participantes. Em 2016, a campanha contabilizou R$588 mil em doações, 1300 organizações, empresas, indivíduos e instituições cadastradas no site e 9,5 milhões de brasileiros alcançados pela hashtag #diadedoar nas redes sociais.

Os organizadores contam que a expectativa sempre é superada – acredita -se que os resultados financeiros, por exemplo, sejam até duas vezes maiores, já que não é possível rastrear todas as ações promovidas – e a iniciativa no Brasil tem sido referência para várias outras campanhas nos demais países pela qualidade e inovação.

Isso se reverbera na fala da Asha Curran, uma das criadoras do #GivingTuesday, que falou com exclusividade para o redeGIFE: “O #diadedoar é uma das mais atraentes, criativas e comemorativas dentre as campanhas do #GivingTuesday. É um ótimo exemplo de como o movimento pode ser moldado e adaptado para refletir diferentes regiões e comunidades. Os líderes do #diadedoar têm sido embaixadores notáveis para o movimento, fomentando uma comunidade de interessados por meio dos diversos setores, e têm usado a campanha não apenas para fortalecer a cultura de doação de indivíduos, mas também a própria base da sociedade civil”, disse.

Dicas

Confira abaixo algumas sugestões de como participar do #diadedoar. Várias outras dicas estão disponíveis no site:

  • Indivíduos – A dica é buscar alguma organização participante da iniciativa para se engajar. Os cidadãos também podem atuar como Embaixadores Sociais, promovendo a hashtag #diadedoar em suas redes sociais. Uma outra ideia é organizar alguma atividade entre amigos e familiares – como uma festa ou a venda produtos para arrecadar recursos para alguma organização.
  • Organizações – Além de promover a hashtag, é importante que as organizações divulguem as formas de contribuição que desejam. Além disso, as entidades podem oferecer contrapartidas especiais aos doadores nesta data e mobilizar funcionários para ajudar na campanha.
  • Empresas – Vale lembrar que é importante que os doadores se cadastrem no site do movimento. E, para potencializar suas ações, a dica é encampar a estratégia de matching, ou seja, igualar as doações que os funcionários fazem a alguma organização. Outra ideia é liberar os colaboradores em algumas horas da jornada de trabalho para ações de voluntariado.

Outra oportunidade está sendo oferecida pela fundação suíça Givengain, parceira global do #GivingTuesday. A organização irá direcionar 2 mil dólares em serviços para OSCs brasileiras que quiserem captar internacionalmente por meio da plataforma online da instituição. O Kit Inicial de Captação de Recursos, com mais detalhes sobre essa oportunidade, pode ser baixado em https://goo.gl/mvoY5d. Para ter acesso à iniciativa basta escrever para givingtuesday@givengain.com.

FacebookTwitterLinkedInGoogle+