Empresas de Mato Grosso se unem para coordenar ações filantrópicas

No dia 10/08 foi realizado um evento que deve ser considerado um marco no esforço das empresas de  MT para trazer mais impacto para suas ações filantrópicas. Neste dia, foi realizada a primeira reunião de Trabalho da RIS-MT – Rede de Investidores Sociais do Mato Grosso.

Na busca por construir um campo da filantropia e investimento social mais forte, vem crescendo no  Brasil e no mundo a percepção de que nenhuma empresa, fundação ou indivíduo sozinhos são capazes  de resolver os complexos problemas sociais e ambientais. Por este motivo, são crescentes os esforços  pelo desenvolvimento de ações colaborativas e complementares entre investidores sociais em todo o  Brasil. Com a pandemia da COVID-19 e os impactos imediatos na economia, emprego e segurança  alimentar da população brasileira, ficou ainda mais patente a necessidade de colaboração, fazendo surgir inúmeras campanhas envolvendo diversos parceiros.

Formação e 1° Encontro da RIS-MT

Neste contexto, foi criado em 2020 o Fundo Um Por Todos e Todos Contra a COVID-19, com o objetivo  de mobilizar recursos financeiros de empresas e indivíduos para doar cestas básicas às populações mais  impactadas pela COVID-19 em Mato Grosso (MT), Rondônia (RO) e Amazonas (AM). A campanha foi uma iniciativa da Fundação André e Lucia Maggi (FALM) e da Federação das Indústrias de Mato Grosso (FIEMT) e envolveu inúmeros parceiros, tendo arrecadado cerca de R$ 6,5 milhões, distribuído cerca de  95 mil cestas básicas e beneficiado 370 mil pessoas.

Com base na bem sucedida experiência do Fundo Um Por Todos, entendeu se que há um potencial latente para continuar a articular as ações de investimento social em Mato Grosso entre diversos parceiros. Este potencial foi confirmado pelo interesse de diversas empresas e institutos/fundações que participaram desta primeira reunião da RIS-MT, foram 27 participantes no total, representados por  Caramuru Alimentos, Centro Universitário Avantis (Uniavan), Conexão Cultural, Energisa MT,  Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), Florescer Ação Social, Fundação André e  Lucia Maggi (FALM), Itaú Social, Grupo Empresarial Mato Grosso em Evolução (GEMTE), GIFE, Grupo  Canopus, Grupo Rota Oeste, Instituto Farmun, Instituto SLC, Mobiliza, SEDUC MT, Sescoop/MT,  Sistema Famato, Solar Coca-Cola e Unimed Cuiabá.

A pauta desta primeira reunião partiu do seguinte questionamento: “O que as empresas podem fazer pela educação no pós pandemia?”.

A reunião iniciou com convidados que trouxeram um panorama dos principais desafios da educação no  pós pandemia.

A primeira convidada foi Esmeralda Macana, especialista em monitoramento e avaliação do Itaú Social,  que apresentou os principais pontos de uma extensa pesquisa realizada pelo Itaú Social para avaliar os  impactos da pandemia na educação no Brasil. A pesquisa “Retratos da Educação no contexto da pandemia – desafios e urgências” indica 4 pontos de atenção urgente na educação no pós pandemia: 1.  Urgência em minimizar o GAP de Aprendizagem; 2. Alerta sobre indícios de continuidade dos estudos de  alguns alunos; 3. Dificuldades de acesso e aprendizagem durante a pandemia e 4. O que a sociedade  civil pode fazer diante deste contexto.

Em seguida, falou o Secretário Executivo Adjunto da SEDUC MT, Amauri Fernandes, que destacou  iniciativas desenvolvidas pela SEDUC no MT para enfrentar os desafios atuais e passados da educação,  como o Alfabetiza MT e o Mais MT Mutirão, projetos para os quais o Secretário apontou a importância da participação das empresas como fator fundamental para seu sucesso.

Após as apresentações, os participantes discutiram o cenário e começaram a levantar ideias que podem  ser desenvolvidas de forma articulada pelo conjunto de investidores sociais que participavam da reunião. Confira na íntegra o que rolou na reunião.

Próximos passos

A próxima reunião da RIS-MT já está agendada para o dia 14/10/2021 e vamos abordar o tema: Avaliação de Projetos Sociais. Empresas interessadas em fazer parte da RIS-MT podem entrar em  contato com [email protected]. Não é necessário qualquer investimento financeiro para ser parte  da RIS-MT, apenas o compromisso de participar das reuniões e com a Carta de Princípios da Rede.

Apoio institucional