Estação Hack, do Facebook e Artemisia, viaja pelo Brasil para falar sobre empreendedorismo e impacto social

São Paulo é a sede do primeiro centro de inovação do Facebook do mundo. Na Estação Hack, empreendedores passam por processos de aceleração de até seis meses e, ao morar na aceleradora, experienciam uma imersão total no processo de potencializar seus negócios. Mas e se essa iniciativa pudesse viajar o Brasil inteiro?

Com a ideia de conhecer, conectar e apoiar startups e soluções que estão gerando impacto positivo no Brasil, o Facebook e a Artemisia vão levar o conhecimento da aceleradora Estação Hack para fora da capital paulista com o Estação Hack na Estrada.

Em 2018, Salvador (BA) e Florianópolis (SC) vivenciaram os ensinamentos sobre negócios e empreendedorismo. Neste primeiro semestre de 2019, é a vez de Brasília (DF), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ) e Recife (PE).

Aos interessados, existem duas opções. Empreendedores podem inscrever sua solução de impacto e, se selecionados para participar da mentoria, se conectar a seus pares que compõem a rede do Facebook e Artemisia. Já aqueles que desejam saber mais sobre impacto social, é possível assistir aos painéis e atividades para conhecer os empreendedores de sua localidade que estão criando propostas de soluções para os desafios sociais. As duas opções são gratuitas.

Enquanto os empreendedores podem ter seus negócios selecionados para sessões de mentoria com especialistas e uma rodada de pitches e avaliação de profissionais da Artemisia e Facebook, os espectadores podem acompanhar e aprender mais sobre esse universo.  

Os eventos visam à troca de informações e interconexões. Por isso, são abertos a organizações locais, aceleradoras, incubadoras, estudantes, professores, investidores e todos os interessados em saber mais sobre impacto social. Além disso, o Estação Hack na Estrada também contará com painéis de apresentação de empreendedores já acelerados, que irão dividir seus aprendizados.

Vale ressaltar que para participar como empreendedor é necessário já ter um negócio em andamento, com pelo menos o protótipo desenvolvido. Startups e organizações mais avançadas que tenham desafios também podem participar. O requisito é que estejam na linha do impacto socioambiental positivo.

Inscrições

A viagem da aceleradora terá início por Brasília, com o evento programado para o dia 28 de março. Enquanto as inscrições para empreendedores vão até dia 17 de março, a plateia pode demonstrar interesse até dia 25 do mesmo mês.

No dia 26 de abril é a vez de Manaus. Seguindo o modelo anterior, inscrições para negócios podem ser realizadas até 14 de abril e para a plateia até dia 24.

Maio marca o evento no Rio de Janeiro. Anotem as datas: inscrições para negócios até 19 de maio, para plateia até 29 de maio e o evento dia 31.

O primeiro semestre será encerrado em Recife. Com inscrições até 16 e 26 de junho, respectivamente, o evento será realizado no dia 28 de junho.

Todas as informações sobre os eventos, assim como os formulários de inscrição estão disponíveis no site da Estação Hack na Estrada.

Notícias relacionadas

Apoio institucional