Instituto Neoenergia divulga Memória de Atividades 2021

O Instituto Neoenergia publicou, na última quarta-feira (4), sua Memória de Atividades, relatório anual que, nesta edição, divulga os resultados das ações realizadas ao longo de 2021. O documento demonstra, por exemplo, entre outros dados relevantes, que no ano passado os projetos e programas do Instituto contribuíram com 88% dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), beneficiando mais de 22 mil pessoas diretamente e quase 87 mil indiretamente. 

Por meio dos seus cinco pilares de atuação Formação e Pesquisa, Biodiversidade e Mudanças Climáticas, Arte e Cultura, Ação Social e Colaboração Institucional –, foram executadas 19 iniciativas alinhadas ao alcance das metas da Agenda 2030 da ONU. Como destaca o relatório, os projetos do Instituto permitiram contribuir com 29 delas, devido ao trabalho em prol do desenvolvimento sustentável e da solução das principais questões de emergência global.

A Memória também reforça que os esforços da equipe e organizações parceiras foram decisivos nesse processo. Sem eles, o Instituto Neoenergia não conseguiria estar presente nos 189 municípios dos 11 estados contemplados pelas ações no decorrer de 2021. Como consequência, foram executadas atividades que contribuem para o desenvolvimento sustentável e conservação dos ecossistemas, redução da pobreza e luta contra a fome, promoção da educação de qualidade e garantia de saúde e bem-estar, além do combate às mudanças climáticas.

Somente em 2021, foram recebidas 900 inscrições em editais e distribuídas cerca de 67 toneladas de alimentos para quase 5 mil famílias. Iniciativas de proteção à biodiversidade, tal quais o Flyways Brasil e Coralizar, de fomento à educação e formação profissional, como o Balcão de Ideias e Práticas Educativas, também ganharam destaque no documento. Da mesma forma, ações de apoio a grupos em vulnerabilidade social e de valorização da cultura, como o Programa de Aceleração Social Impactô, o Edital Transformando Energia em Cultura e o Prêmio Inspirar. Somando o apoio a todos os 19 projetos, por meio de recursos próprios e leis de incentivo, o investimento do Instituto Neoenergia em 2021 superou R$ 9 milhões.

Conexão com os ODS 

Em 2021, as atividades do Instituto Neoenergia contribuíram diretamente com 15 dos 17 ODS. Além dos prioritários 1 – Erradicação da pobreza; 4 – Educação de qualidade; 11 – Cidades e comunidades sustentáveis; 15 – Vida terrestres; 17 – Parcerias e meios de implementação –, que fundamentam as ações dos cinco pilares de atuação, também foram atendidos: 2 – Fome zero e agricultura sustentável; 3 – Saúde e bem-estar; 5 – Igualdade de gênero; 6 – Água potável e saneamento; 8 – Trabalho decente e crescimento econômico; 10 – Redução das desigualdades; 12 – Consumo e produção responsáveis; 13 – Ação contra a mudança global do clima; 14 – Vida na água; 16 – Paz, justiça e instituições eficazes.

O investimento em programas de formação fez do ODS 4 o mais contemplado pelas ações no ano passado. Em seguida, estão empatados os ODS 8, 14 e 15, graças aos projetos de apoio ao empreendedorismo, fomento à cultura, conservação da biodiversidade e combate às mudanças climáticas. Na terceira posição, também empatados, surgem os ODS 2 e 17, devido às atividades de segurança alimentar para reduzir os impactos da pandemia e às parcerias para a implementação de projetos.

A Memória de Atividades destaca também que, para o ciclo de 2022 a 2025, o Instituto Neoenergia seguirá focado na contribuição aos ODS e princípios ESG, proporcionando melhoria da qualidade de vida das populações vulneráveis a partir do desenvolvimento, gestão e apoio a iniciativas alinhadas ao alcance da Agenda 2030.

Apoio institucional