Instituto Yamana termina o ano com trabalho sólido nas comunidades

O Instituto Yamana chega ao final de 2017 com motivos de sobra para comemorar. Diversas foram as ações realizadas junto às comunidades nos municípios de Jacobina (BA), Alto Horizonte, Nova Iguaçu e Campinorte (GO). Tendo como eixo principal os Direitos Humanos, a proteção e a autonomia da comunidade como o norte de suas ações, o Instituto realizou parceria com diversos atores sociais e com projetos que contemplam a proteção da infância e da adolescência, o protagonismo feminino e combate a violência contra a mulher.

Na área da educação foram abordados os temas da educação especial inclusiva, alfabetização digital e ambiental e suporte na melhoria educacional, por meio de um programa de gestão que foram os destaques nesta área.

Buscando incentivar a independência e o empreendedorismo da comunidade, no eixo de trabalho e renda, foram realizadas diversas iniciativas que vão desde a capacitação para o gerenciamento de empresas, até financiamento de projetos sociais com foco em geração de renda por meio do programa Seminário de Parcerias.

 

A força de todos para o bem de todos

Ao longo do ano, o Instituto Yamana promoveu também ações de voluntariado, qualidade de vida e educação ambiental, dentro do escopo do programa Integrar. A exemplo de anos anteriores, os temas trabalhados foram apontados pela própria comunidade. “Nosso trabalho é sempre buscar ouvir e atender a comunidade. Por isso, nossas portas estão sempre abertas para as sugestões e expectativas dos moradores. Buscamos também formas de envolvê-los ativamente nesse trabalho”, explicou Osvaldo Julio da Silva Filho, diretor executivo do Instituto.

O grande destaque desse trabalho é o Dia Integrar, realizado em parceria com o poder público, sociedade civil e empresas locais. No evento, a comunidade teve acesso a serviços nas áreas de saúde, cidadania, meio ambiente, lazer e cultura. Em 2017, os eventos registraram cerca de 47.000 atendimentos nas cidades de Jacobina (BA) e Alto Horizonte (GO).

 

Democratizando a arte

A arte e a cultura também merecem destaque. Em parceira com a Companhia Teatro de Tábuas e outros parceiros culturais, foram realizadas apresentações diversas de cinema, teatro, contação de histórias, possibilitando o entretenimento educativo e acesso à cultura por parte das populações afastadas dos grandes centros.

“Em 2018, além dos programas já consolidados, o Instituto Yamana continua atuando no estímulo ao protagonismo social, porque acreditamos que uma sociedade só se desenvolve de forma sustentável na medida em que as pessoas são os verdadeiros atores de suas questões sociais”, conclui Osvaldo.

Texto de autoria do Instituto Yamana
FacebookTwitterLinkedInGoogle+