Prêmio ICE busca incentivar pesquisas acadêmicas sobre Investimentos e Negócios de Impacto

Já estão abertas as inscrições para o Prêmio ICE de Investimentos e Negócios de Impacto. A iniciativa do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) seleciona e premia anualmente trabalhos acadêmicos de graduação e pós-graduação que tratam de diferentes aspectos do tema Investimentos e Negócios de Impacto em todo o Brasil.

A ideia é oferecer bolsas de formação acadêmica ou profissional a estudantes e professores universitários que acreditam no potencial do campo para ajudar na resolução de problemas sociais complexos. Com isso, o ICE espera estimular o debate e disseminar o tema na academia e na sociedade brasileira em geral.

Adriana Mariano, gestora do Prêmio ICE, explica que o movimento de trabalhar com a academia veio de uma vontade do Instituto em apoiar a construção do conhecimento sobre negócios de impacto que consideram a realidade brasileira e não se limitar a traduzir materiais estrangeiros, além de disseminar o conhecimento produzido nas universidades e estimular a troca entre estudantes de diferentes lugares.

“Nós já sabíamos que o Brasil começava a ter produção nessa área, mas ainda não tínhamos dimensão. Achamos que o prêmio é uma maneira tanto de conhecer esses trabalhos quanto de dar visibilidade para eles e fazer com que ‘saiam das prateleiras’ da sua universidade.”

Adriana ressalta que o próprio processo de seleção dos vencedores já é uma forma de fazer o conhecimento circular, uma vez que na avaliação dos trabalhos são envolvidos 40 professores universitários e dez profissionais do campo.

Chegando à sua quinta edição, o prêmio teve início com a reunião de professoras das três principais escolas de negócios – que na época eram Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA/USP), Insper e Fundação Getulio Vargas (FGV-SP) -, para começar a construir o conceito de negócios de impacto no Brasil juntamente com o ICE. “Com o passar do tempo, percebemos que seria importante ampliar a reflexão para além de São Paulo e envolver professores de outras regiões e estados. Hoje, estamos em todas as regiões e vemos que o estágio do ecossistema é diferente em cada uma delas. Então, ter professores alinhados e pensando junto é muito importante.”

Adriana ressalta que a última edição do prêmio foi uma surpresa para a equipe do Instituto, que percebeu um maior grau de alinhamento conceitual nos trabalhos. “Na última edição os trabalhos vieram bem focados no campo, dando a sensação de que realmente as pessoas já estão mais cientes da dimensão e dos conceitos sobre negócios de impacto.”

Participação

Podem participar da seleção candidatos de qualquer idade, curso e região do país, desde que tenham concluído, até 31 de março de 2019, graduação ou pós-graduação (stricto sensu) em uma instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Cada proponente poderá inscrever apenas um trabalho em uma única categoria. No momento da inscrição, os alunos de graduação devem apresentar um artigo científico sobre o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) que tratou sobre Investimentos e/ou Negócios de Impacto. Já os alunos de Mestrado e Doutorado devem apresentar, respectivamente, artigos científicos sobre a Dissertação e Tese com os temas citados acima.

Serão aceitos projetos em coautoria e, nesse caso, todos os autores devem constar no formulário de inscrição e precisam estar em conformidade com as regras do Prêmio.

Seleção e premiação

O processo de seleção será dividido em duas fases. Na primeira, cada trabalho será avaliado por pelo menos dois professores universitários, que levarão em conta critérios como fundamentação teórica, afinidade e relevância do tema para o campo de Investimentos e Negócios de Impacto, sistematização e articulação de ideias, entre outros. Ao final, serão escolhidos seis finalistas de cada categoria.

Na segunda fase, os finalistas serão novamente analisados por no mínimo dois professores universitários e um profissional nos temas de Investimentos e Negócios de Impacto. Ao final, a comissão julgadora irá se reunir para comparar os trabalhos e definir primeiro, segundo e terceiro colocados (caso outro vencedor seja desclassificado) para cada categoria.

Todas as avaliações seguirão o modelo de blind review, ou seja, os trabalhos serão avaliados sem apresentar o nome de seus autores.

Os prêmios serão divididos por categorias. Uma bolsa de R$ 3 mil será destinada ao aluno ou grupo vencedor e uma bolsa de mesmo valor ao professor orientador. O segundo lugar também receberá duas bolsas no valor de R$ 1.500,00.

Na categoria Mestrado Stricto Sensu, o autor da dissertação vencedora, assim com o orientador, receberão uma bolsa de R$ 6 mil, enquanto a dupla em segundo lugar receberá R$ 3 mil.  

Por fim, o autor da tese de Doutorado do primeiro lugar receberá R$ 8 mil, assim como seu orientador, enquanto que o segundo lugar receberá R$ 4 mil.

Inscrição

Os interessados em participar devem realizar inscrição até 31 de março, mediante preenchimento do formulário disponível no site do Prêmio e envio de um artigo científico.

O resultado da premiação será divulgado no site do ICE em junho. Eventuais dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail premioice@ice.org.br ou esclarecidas no regulamento da chamada, disponível neste link.

Notícias relacionadas