Seis editais para ficar de olho em agosto

Este mês, o redeGIFE destaca oportunidades destinadas a populações periféricas, mulheres negras, pessoas trans, instituições de ensino, organizações da sociedade civil e mais.

Confira.

MBA em Gestão de Negócios de Impacto Social 

Iniciativa do Instituto Legado de Empreendedorismo Social tem como objetivo selecionar três mulheres negras para receber bolsas de pós-graduação lato sensu, na modalidade de ensino à distância (EAD), ofertada pela Universidade Positivo. Composto por dez módulos, o curso contempla disciplinas como empreendedorismo social e socioambiental, estruturação jurídica de organizações e negócios sociais e socioambientais, captação de recursos e finanças sociais, entre outras. O processo seletivo será conduzido por um comitê de mulheres negras. As inscrições podem ser feitas neste link até 16 de agosto.

Prêmio Scroll of Honour

Iniciativa do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) tem como objetivo reconhecer iniciativas do mundo todo que promovam a urbanização sustentável. Podem participar da chamada ações desenvolvidas por governos locais e nacionais, setor privado, organizações da sociedade civil, governamentais e intergovernamentais, agências bilaterais e multilaterais, instituições acadêmicas e de pesquisa, fundações públicas ou privadas e mídia. O prazo de inscrições é 17 de agosto. Todas as informações estão disponíveis neste documento (em inglês).  

Mulheres em Movimento 

Com inscrições até 20 de agosto, o edital Mulheres em Movimento, lançado pelo Fundo ELAS, tem como objetivo apoiar institucionalmente grupos e organizações liderados por mulheres e pessoas trans de todo o país. Para receber o apoio – financeiro, de capacitação e de acompanhamento -, é necessário que os grupos e organizações desenvolvam iniciativas relacionadas à defesa de direitos, formação política, ação feminista coletiva e criação de alianças internacionais, intergeracionais e intermovimentos. Serão destinados até R$ 50 mil para as organizações selecionadas. Todas as informações estão disponíveis no site da chamada.

Programa Itaú Social UNICEF 

Até 21 de agosto, estão abertas as inscrições para o Programa Itaú Social UNICEF, iniciativa com o objetivo de realizar formações e apoiar financeiramente organizações da sociedade civil que desenvolvam ações de promoção da educação integral e inclusiva de crianças e adolescentes. 

Em um primeiro momento, as organizações passarão por um percurso formativo online. A ideia é que as organizações possam criar planos de intervenção nos territórios a partir de suas vivências. 40 organizações receberão assessoria técnica e fomento financeiro de até R$ 100 mil para implementação do plano de ação durante um ano e meio. Todas as informações estão no site da iniciativa.

Edital de Incentivo Social da Porto Seguro 

Ações de desenvolvimento territorial apoiadas por legislações específicas, como FUMCAD, CONDECA, PRONAS, PRONON e Lei do Idoso, podem participar do edital, que selecionará iniciativas relacionadas às áreas de educação socioambiental, cidadania, saúde e prevenção e capacitação profissional inclusiva em territórios de atuação da Porto Seguro. Todas as informações estão disponíveis no site do edital, que tem inscrições abertas até 30 de agosto. 

Matchfunding Enfrente

A nova edição da chamada da Fundação Tide Setubal tem como objetivo selecionar projetos que visem apoiar ou solucionar problemas e desafios criados ou aprofundados a partir da pandemia nas periferias urbanas brasileiras. Os selecionados – até 15 propostas – participarão de um programa de três anos com acompanhamento anual da Fundação. Podem participar iniciativas com foco em reação para períodos de crise, que sejam articuladas e tenham parcerias com as áreas de educação, saúde e assistência social. As inscrições vão até 30 de agosto e podem ser feitas no site da chamada

Notícias relacionadas

Especial redeGIFE #1 | Covid-19: Desafios e perspectivas no Brasil c/ Neca Setubal

O episódio estreia a série “Especial redeGIFE”, do Podcast GIFE. Entre outros assuntos, a socióloga fala sobre a importância de uma articulação cada vez mais estratégica entre as instituições do investimento social privado e destas com a sociedade civil e o poder público para o enfrentamento das desigualdades e o desenvolvimento dos territórios.

Apoio institucional