1ª Mostra GIFE de Inovação Social marcou o início do percurso até o 11º Congresso GIFE

Em setembro, o GIFE realizou a 1ª Mostra GIFE de Inovação Social. A iniciativa foi um dos destaques da agenda da instituição em 2019, alcançando um público de mais de 1.300 visitantes.

Quase 300 soluções geradas ou impulsionadas pelo investimento social privado (ISP) nos últimos anos em diversas partes do país estiveram expostas no Centro Cultural São Paulo, divididas em duas dimensões: ampliação de capacidades de ação coletiva – incluindo cidadãos, sociedade civil organizada, gestão pública, academia e setor privado – e inovação nos modos de enfrentar os desafios do país. São projetos, programas, metodologias e práticas que respondem aos principais desafios da agenda pública brasileira, tais como saúde, educação, meio ambiente, geração de trabalho e renda, cultura, segurança pública, primeira infância, entre tantos outros.

“A Mostra inaugura uma nova frente de trabalho do GIFE, não só por ser a primeira edição, mas porque ela abre diálogo com um público com o qual até agora nós não nos relacionávamos diretamente: o cidadão comum, que faz parte dessa sociedade que vive todos os desafios sobre os quais a filantropia e o investimento social privado atuam”, explica Erika Sanchez Saez, curadora e coordenadora geral da Mostra.

A iniciativa contou com apoio de Itaú Social, Fundação Bradesco, Fundação Lemann, Fundação Tide Setubal, Instituto C&A, Instituto Unibanco, Instituto Votorantim e Ford Foundation.

Percurso, aprendizados e produtos

Visitas guiadas proporcionavam um passeio pela atuação da filantropia, do investimento social privado e das organizações da sociedade civil (OSCs) a partir do olhar sobre suas contribuições e seu potencial de impulsionar políticas públicas.

Era possível conhecer conceitos, motivações, desafios e dados sobre o campo da filantropia e do investimento social privado no Brasil expressos nas diversas vozes que compunham a primeira instalação. Na sequência, o visitante era apresentado às quase 300 soluções com a possibilidade de conhecê-las mais a fundo por meio de apresentações audiovisuais. Um terceiro espaço conectava esse grande mapa de soluções à agenda global. Por meio de uma mesa interativa, era possível relacionar as iniciativas a cada um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Uma área de convivência e interação completava o itinerário, na qual o visitante era convidado a contribuir deixando ideias e impressões pessoais para um Brasil mais justo e sustentável e uma sociedade mais feliz.

Ao longo dos sete dias de exposição, mais de 300 pessoas participaram da programação de debates e oficinas nos mais variados formatos e temas da agenda socioambiental.

Além dos painéis gráficos gerados pelas rodas de ideias sobre filantropia colaborativa e fronteiras do investimento social, é possível conferir o vídeo manifesto da Mostra, que apresenta a ideia por trás da iniciativa. Também podem ser conferidos em vídeo os Panoramas sobre empreendedorismo social no Brasil e tecnologias para o bem público, que fizeram parte da programação.

As sínteses dos encontros de fazedores trazem o registro dos desafios, inovações e fronteiras levantadas no âmbito do conhecimento e inserção cidadã, do ambiente e sustentabilidade e da equidade e diversidade.

Por fim, a conversa de inovação oportunizou um bate papo em formato de entrevista coletiva com a presidente dos conselhos da Fundação Tide Setubal e do GIFE, Neca Setubal, e com a escritora e jornalista Bianca Santana, autora do livro Quando me descobri negra. O debate abordou temas como racismo, comunicação e ciência.

No site da Mostra é possível conferir todos os produtos, bem como conhecer os projetos que compuseram a exposição. A ideia é que os resultados e produtos gerados a partir dessas reflexões coletivas sejam o pontapé inicial para os debates do 11o Congresso GIFE – Fronteiras da Ação Coletiva, que acontece de 20 a 22 de maio de 2020.

Da Mostra ao 11º Congresso GIFE

A 1ª Mostra GIFE de Inovação Social deu início a um percurso que vai seguir até o 11º Congresso GIFE, que será realizado em maio de 2020, intencionalmente pensado como um trilho focado em inovação.

Para Erika, essa trilha faz muito sentido, já que as duas iniciativas se complementam. “São duas ações que dão muita visibilidade à atuação da filantropia e do investimento social privado, olhando para lugares diferentes. No caso da Mostra, iluminando contribuições e iniciativas que viraram realidade graças ao apoio da filantropia e do investimento social privado. Já o Congresso se pretende constituir como espaço para olhar para dentro e aprofundar o debate sobre a capacidade de ação e inovação do setor frente às novas fronteiras.”

Notícias relacionadas

1ª Mostra GIFE de Inovação Social celebra ampla participação do público

Cerca de 1.600 pessoas passaram pela exposição, que buscou evidenciar uma multiplicidade de soluções geradas ou impulsionadas pelo investimento social privado (ISP) nos últimos anos que respondem aos principais desafios da agenda pública brasileira, e contou ainda com uma agenda de atividades que se propunham à cocriação.

Vem aí a 1ª Mostra GIFE de Inovação Social

Uma fotografia da contribuição e do potencial do investimento social privado para os principais desafios da agenda pública, evento acontece de 10 a 17 de setembro, no Centro Cultural São Paulo.

Apoio institucional