Projetos de promoção de leitura do Instituto Ecofuturo são reconhecidos em premiações literárias

 

O Instituto Ecofuturo, organização mantida pela Suzano, foi reconhecido por suas ações de promoção de leitura por dois prêmios do mundo da literatura: foi vitorioso no Amigo do Livro, promovido pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), e finalista do Prêmio IPL – Retratos da Literatura, oferecido pelo Instituto Pró-Livro.

O título Amigo do Livro foi criado na década de 1950 e o primeiro a recebê-lo foi o Presidente Juscelino Kubitschek. Ele é concedido pela CBL a pessoas e instituições que contribuem para a democratização da leitura e acesso ao livro no Brasil. Em 2010, passou a ser entregue anualmente e já foram reconhecidas organizações como o Instituto C&A e o Itaú Social.

O projeto premiado foi o de Bibliotecas Comunitárias Ecofuturo, que consiste na implantação de bibliotecas abertas à comunidade em diversos municípios brasileiros, geralmente instaladas em escolas públicas. As bibliotecas causaram um impacto positivo nos índices educacionais das cidades em que estão presentes, segundo estudo divulgado em agosto deste ano. As 113 unidades já implantas em 12 estados brasileiros são fruto de parceria com o poder público, iniciativa privada e comunidade local.

A honraria foi entregue à Marcela Porto, superintendente do Instituto Ecofuturo, pelo presidente da CBL, Luís Antonio Torelli. “O Ecofuturo contribui para transformar a sociedade por meio da conservação ambiental e promoção de leitura, integrando livros, pessoas e natureza. Acreditamos que a educação é a base para um futuro melhor e que a leitura é fundamental para o desenvolvimento das crianças, formação de cidadãos mais críticos e para a transformação da sociedade”, afirmou, além de agradecer a homenagem, que, segundo ela, é como um presente a toda equipe do Instituto pelo trabalho realizado com tanta dedicação. “Para continuarmos evoluindo é preciso uma nova leitura, que envolva todos os nossos sentidos. Por isso, investimos na formação de leitores de mundo”, declarou.

Já o Prêmio IPL – Retratos da Literatura, criado pelo Instituto Pró-Livro com o objetivo de prestigiar as melhores iniciativas para a propagação do livro e incentivo à leitura no país, reconheceu o Prêmio Ecofuturo de Bibliotecas como finalista na categoria Cadeia Produtiva, que reconhece as melhores ações de promoção de leitura do Brasil. Criado em 2009, a premiação do Ecofuturo acontece bienalmente com o objetivo de celebrar os trabalhos de incentivo à leitura que se destacaram entre as unidades do projeto Biblioteca Comunitária.

As bibliotecas vencedoras do Prêmio Ecofuturo são avaliadas por um júri composto pela equipe do Instituto, além de especialistas convidados da área de educação, educação ambiental, literatura e biblioteconomia. O prêmio serve como uma forma de manter a rede integrada e o Ecofuturo a par das atividades que ocorrem nas unidades espalhadas pelo País. Em sete edições, cerca de 300 projetos de promoção de leitura foram registrados, que impactaram cerca de 270 mil pessoas.

Notícias relacionadas