Smart fit lança segundo edital para apoiar disseminação de práticas esportivas

Até 25 de novembro estão abertas as inscrições para o segundo Edital Smart Fit. A versão 2018 da chamada pretende selecionar novos projetos sociais, culturais e esportivos que promovam o acesso e a difusão de uma cultura de movimento voltada para a saúde e a qualidade de vida.

Podem participar da seleção instituições públicas ou organizações com ou sem fins lucrativos que tenham projetos aprovados pelas leis de captação: Leis de Incentivo à Cultura do Município do Rio de Janeiro e Belo Horizonte, Lei Rouanet, Lei Federal de Incentivo ao Audiovisual, Lei Federal de Incentivo ao Esporte, Fundo da Infância e Adolescência do Município de São Paulo, Fundo Nacional do Idoso e Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas).

As propostas devem se enquadrar em um dos quatro eixos do edital: Acesso, Integração, Inovação e Difusão, que conta com linhas de atuação diversas. Em Acesso, as linhas são Cidades Smart, Tribos Smart e Smart para Todos e podem participar projetos que promovam a prática do esporte com regularidade em espaços públicos e entre grupos que têm menor acesso.

O eixo Integração conta com as linhas Pegada Smart, Escola Smart e Smart Toda a Vida e tem como objetivo selecionar propostas de esporte educacional ou que não tenham o esporte como foco principal, mas que incorporem atividades físicas para promoção de saúde e qualidade de vida. O eixo Inovação conta com a linha Conexões Smart para projetos e ações voltadas para práticas inovadoras de atividade física.

Por fim, no eixo Difusão, com as linhas Smart para Sempre e Documenta Smart, serão selecionadas ações de estudo e construção de conhecimento sobre práticas de atividade física. É preciso que os projetos tenham como público-alvo jovens de 16 a 29 anos, populações vulneráveis sujeitas a maior grau de exclusão, grupos sociais que não têm hábito de praticar atividades físicas ou idosos.

Além disso, o edital conta com duas modalidades: Projetos de atendimento continuado, para ações que propõem atendimento contínuo e acompanhamento dos participantes, e Projetos de Produção Específica, destinada a ações mais pontuais como produções culturais, oficinas, propostas de oferta de equipamentos, entre outros.

Seleção e inscrição

A seleção dos projetos será feita em duas etapas: a triagem administrativa, onde avaliadores externos e gestores da Smart Fit irão conferir as informações nas fichas de inscrição, e a avaliação técnica, momento de verificação do alinhamento dos projetos com os conceitos, diretrizes, propostas e linhas de ação do edital.

Um grupo de avaliadores irá atribuir notas de um a quatro para os critérios: histórico da organização, caracterização do contexto, organização lógica, estratégia e equipe, sustentabilidade e adequação orçamentária.

As inscrições podem ser feitas até dia 25 de novembro diretamente no site do edital Smart Fit 2018. A lista com as propostas selecionadas será divulgada no começo de dezembro no mesmo site. Todas as regras da chamada estão dispostas no regulamento, disponível neste link.

Notícias relacionadas