X Congresso GIFE trará temas emergentes na programação ao longo de três dias

A 10 edição do Congresso GIFE, que será de 4 a 6 de abril, em São Paulo, pretende aprofundar debates importantes no campo do Investimento Social Privado (ISP) e provocar os presentes a discutir sobre como construir, enquanto sociedade, novas agendas e convergências para o país, em um ano de transição, marcado por eleições.

Para isso, o Congresso terá uma mesa de abertura no dia 4 trazendo o tema central do evento. Já o segundo dia, serão promovidas diversas mesas simultâneas ao longo da programação, totalizando até 16 atividades. E, por fim, no dia 6, além dos painéis simultâneos, será realizada uma mesa de encerramento apontando tendências e caminhos futuros.

A proposta é que os debates contem com a presença de especialistas do setor, pesquisadores, representantes de associados do GIFE e de organizações da sociedade civil, além de convidados internacionais, incentivando a paridade de gênero, raça etc.

A programação completa – que estará disponível em breve no site do evento – trará à tona diversas discussões que têm se tornado cada vez mais relevantes e frequentes entre os investidores sociais. Uma das mesas, por exemplo, pretende discutir sobre a legitimidade, transparência e efetividade das iniciativas de advocacy, e como o trabalho em rede pode fortalecer e dar credibilidade e resultados nas ações.

Outro assunto que não poderia ficar de fora da programação é a função estratégica da comunicação, que nunca foi tão fundamental para disseminar informações, provocar a reflexão e mobilizar as pessoas para a ação. O tema, na edição passada do Congresso, focou no papel do jornalismo em sociedades democráticas. Agora, na edição de 2018 do evento, a proposta é convidar os presentes a debater sobre quais as contribuições da comunicação para ampliar o impacto de ações sociais.

Outra temática de destaque na programação será a respeito da educação no país, foco do investimento de 84% dos associados do GIFE, segundo o último Censo. Ainda que muitos avanços tenham sido feitos, existe a percepção de que ainda estamos avançando mais lentamente do que o desejado. Na pauta, os debatedores deverão trazer questões como: Como aprofundar a incidência? Como fazer melhor com os recursos disponíveis? Como criar agendas comuns e convergentes?

O Censo GIFE trouxe também em destaque a importância dos investidores sociais olharem com mais atenção para as questões de diversidade e desigualdade. Atento a esse cenário, o Congresso pretende ter uma mesa de debate sobre como o ISP e as organizações da sociedade podem trabalhar, de maneira transversal, os temas da diversidade. A pergunta-chave provocadora será: É possível caminhar para um país mais justo e com mais oportunidades sem considerar os aspectos de gênero e raça?

Em 2017, um tema que foi amplamente discutido também e que será pauta de debate no Congresso serão os negócios de impacto, visando refletir e apresentar as tendências no campo do investimento social, do poder público e da sociedade civil. Na edição de 2014 do evento, os participantes discutiram sobre modelos inovadores do capital filantrópico apoiar o ecossistema de negócios de impacto. Agora, a ideia é conhecer sobre algumas novas oportunidades, como testes de mecanismos de financiamento, convivência entre doações tradicionais e investimento, geração de receita ou criação de áreas de negócios dentro da sociedade civil e atuação de startups em parceria para solucionar desafios públicos.

Inclusive, durante a décima edição do Congresso, será realizado o lançamento do segundo número da série temas ISP, que abordará a relação e interconexões do investimento social privado com os negócios de impacto (acesse o primeiro número da série).

 

Temas emergentes

O debate sobre sustentabilidade e fortalecimento das organizações da sociedade civil também foi intenso durante o ano de 2017 no GIFE e no setor como um todo e ganhará ainda mais força nas mesas do Congresso. A proposta é discutir esse tema a partir de vários aspectos, como, por exemplo, em relação aos desafios jurídicos e regulatórios, abordando mecanismos como endowments, incentivos fiscais a pessoas físicas e o ITCMD.

Nesta frente será refletida ainda a importância de se ampliar a cultura de doação do país – que foi tema, inclusive, de um debate online pré-Congresso –, e o papel do investidores sociais no apoio à sociedade civil. Isso porque, como se sabe, uma sociedade civil forte, plural e diversa é essencial para a sustentação da democracia, para a construção de um desenvolvimento sustentável e para a superação das desigualdades. Nesta mesa, irão aparecer questões como: Como desenvolver relações de confiança entre doadores e organizações? Como conciliar os diferentes tempos, culturas e dinâmicas entre investidores e organizações? Como fortalecer o lugar do investidor como parceiro?

A programação do Congresso contará também com um debate sobre o papel dos CEOs na construção de empresas éticas, responsáveis e sustentáveis, e outro sobre a participação dos filantropos. Já o tema do ‘desenvolvimento local e políticas públicas’, ganhará espaço numa mesa para refletir sobre quais são os desafios existentes e o que é preciso fazer para ampliar a capacidade de governos e investidores de atuar conjuntamente.

E, como não poderia deixar de ser, uma das atividades do Congresso será pensar sobre tendências e inovações no setor: Qual o papel do investimento social privado na busca por soluções inovadoras para problemas já conhecidos? O que significa inovar no campo socioambiental? Quais são os riscos e as potencialidade para os investidores que apoiam a inovação? Quais as tendências e inovações no campo do ISP?

 

Atividades abertas

Além da programação proposta pelo GIFE, a décima edição do Congresso contará com atividades abertas, que são parte da programação do evento, mas são propostas por associados, redes temáticas, parceiros ou organizações da sociedade civil e abertas aos inscritos e não inscritos no Congresso.

Os interessados em propor alguma atividade deverão se inscrever no edital, que estará aberto até o dia 19 de fevereiro. Todas as atividades deverão estar em diálogo com a proposta do Congresso.

Informações pelo e-mail: mariana.moraes@gife.org.br.

 

 

Fique por dentro

Ao longo de 2017 promovemos diversos debates pré X Congresso sobre os temas que serão discutidos no evento. Confira:

// Brasil, democracia e desenvolvimento sustentável – Assista aqui

// Quais os desafios de doar no Brasil? – Assista aqui

// Gênero e raça: como olhar o tema de forma transversal? – Assista aqui

 

Programe-se para participar dos próximos debates:

// 23 de janeiro | Negócios de impacto social: tendências futuras – Inscreva-se!

// 20 de fevereiro | Comunicação e advocacy – Inscreva-se!

// 20 de março | Mais informações em breve!

 

Para se manter atualizado sobre as novidades do congresso, assine nossa newsletter.

Inscreva-se

 

Notícias relacionadas