Edital do Fundo SAAP apoia pequenos projetos sociais

Começar um projeto é uma tarefa desafiadora. Para conseguir apoio e recursos, é preciso provar que a sua iniciativa é séria e que suas ações realmente pretendem mudar uma realidade. Como uma forma de estimular e fortalecer pequenas organizações sociais e populares de base comunitária no Brasil, o Fundo SAAP (Serviço de Análise e Assessoria a Projetos) lançou o Edital SAAP/FASE 2017, com inscrições abertas até 01 de novembro.

A iniciativa tem como objetivo, a partir do financiamento desses projetos em desenvolvimento, facilitar o acesso à formação, informação e recursos, além de promover o relacionamento das pequenas organizações com outros atores sociais, de forma que as iniciativas tenham meios de alcançar melhores resultados.

A chamada de projetos dedica-se à seleção de iniciativas em duas frentes: a primeira delas composta por ações que contribuam com as lutas pelo direito à cidade, como ocupações urbanas. E, a segunda, composta por projetos que incentivam a resistência da juventude negra, seja com programas que facilitem o ingresso no mercado de trabalho ou procuram auxiliar na garantia de suas individualidades e diferenças, além de projetos que apoiam a luta contra a violência de gênero e incentivam o empoderamento das mulheres.

Podem participar da seleção projetos desenvolvidos por coletivos e organizações formais ou informais, compostos por mulheres e jovens, movimentos sem-teto, grupos e organizações de defesa do direito à cidade. É necessário que as organizações interessadas tenham pelo menos um ano de atuação. Projetos que envolvam construção e/ou reforma de sede, compra de veículo e custos fixos, ou que sejam inscritos por pessoas físicas, empresas privadas, órgãos governamentais e universidades não serão considerados pelo edital.

Seleção e premiação

As propostas serão analisadas de acordo com critérios como relevância da metodologia, adequação do uso dos recursos, viabilidade técnica, alcance das ações com o público-alvo, inovação, promoção de diálogo com a sociedade, entre outros.

Entretanto, serão priorizadas ações que estejam diretamente ligadas ao fortalecimento da organização na defesa da moradia, das mulheres e dos jovens; que tenham um viés educativo, contribuindo para a tomada de consciência da realidade; que colaboram e incentivam a participação popular na formulação e monitoramento de políticas públicas; que contribuam para a formação de novas lideranças; e que incentivam a articulação de novos grupos, com preocupação similares.

Ao todo, serão destinados até R$ 80 mil a projetos do eixo de ocupações urbanas e outros R$ 80 mil a iniciativas de combate ao racismo e sexismo. Entretanto, cada projeto poderá ter execução de até 12 meses, com um valor máximo de financiamento de R$ 10 mil.

O resultado da seleção de projetos será divulgado no dia 28 de novembro no site da Fase.  

Inscrição

As iniciativas que respondem positivamente às normas do edital podem realizar sua inscrição até o dia 01 de novembro. Para isso, é preciso fazer o download do guia de elaboração de projetos e formular a proposta da sua ação. Em seguida, é necessário preencher o formulário online, disponível aqui.

Na última etapa da inscrição, a proposta de ação deve ser encaminhada para o e-mail  [email protected], com o nome da organização ou coletivo no assunto do e-mail, juntamente com “Edital SAAP 2017”. O edital está disponível na íntegra nesse link.

Notícias relacionadas

Apoio institucional