Fundação Salvador Arena busca projetos de educação, saúde e assistência social

Estão abertas as inscrições para o Programa de Apoio a Projetos Sociais (PAPS) da Fundação Salvador Arena (FSA), que tem como objetivo fortalecer o terceiro setor a partir do apoio a organizações sem fins lucrativos de São Paulo e suas causas.

Na edição de 2019 da chamada poderão participar projetos que contribuam para a proteção, promoção e desenvolvimento de populações em situação de vulnerabilidade e risco socioeconômico. As ações podem ser desenvolvidas em três áreas: educação, assistência social e assistência social na área da saúde.

Ações relacionadas a educação infantil, educação complementar para jovens e adultos, educação especial para pessoas com deficiência, educação profissionalizante e educação para a cidadania são exemplos de projetos de educação. Já na área de assistência social, serão aceitas propostas de proteção, amparo e promoção social de parcelas da população em situação de vulnerabilidade e risco social e grupos com restrição de acesso aos direitos sociais previstos na Constituição Federal.

Da área de saúde podem participar projetos de implantação, ampliação e melhoria na oferta ou acesso a serviços gratuitos de promoção, proteção e recuperação da saúde.

Os projetos devem ter um prazo de execução de até 12 meses e ser desenvolvidos junto a populações do ABC Paulista (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra), de São Paulo, da Baixada Santista (Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente) ou outros municípios como Barueri, Caieiras, Carapicuíba, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçú, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itapecerica da Serra, Itaquaquecetuba, Mairiporã, Osasco, Poá, Suzano e Taboão da Serra.

Ao todo, estão disponíveis R$ 80 mil para apoio de projetos, sendo que cada um pode receber no máximo R$ 36 mil. A escolha do valor a ser repassado será feita pela FSA.

Seleção e inscrições

O processo seletivo será dividido em quatro etapas: triagem, pré-análise, análise e aprovação e seleção e aprovação. A Gerência de Desenvolvimento e Promoção Social ficará responsável por verificar as inscrições na triagem e, na pré-análise, avaliar os projetos de acordo com os critérios: objetivos claros; metas bem definidas; coerência entre os objetivos, metas, atividades, resultados esperados, indicadores, cronograma de execução e orçamento; indicadores que demonstrem os resultados a serem alcançados; contribuições do projeto ao público alvo; impacto positivo na comunidade; capacidade de dar continuidade ao projeto após a finalização do apoio, entre outros.

Na fase de aprovação, assistentes sociais da FSA irão realizar uma visita técnica às organizações semifinalistas. Por fim, a Comissão de Desenvolvimento e Promoção Social da FSA irá definir quais projetos receberão o apoio.

As inscrições devem ser realizadas até 16h do dia 3 de dezembro com a entrega de documentos impressos e em pen-drive que pode ser feita presencialmente na sede da Fundação Salvador Arena, localizada em São Bernardo do Campo, ou via Correios. Nesse caso, a postagem deve ser feita até o dia 3 de dezembro.

A lista com as organizações selecionadas será divulgada no site da Fundação em abril de 2019 e o início da execução dos projetos está previsto para maio. Eventuais dúvidas podem ser esclarecidas no regulamento da chamada, disponível neste link, ou pelo telefone  (11) 4366-9779.

Notícias relacionadas

Fundação FEAC desenvolve projeto para incentivar inserção de jovens com deficiência no mercado de trabalho em Campinas

Capacitar jovens de 16 a 24 anos com deficiência e incluí-los no mercado de trabalho em Campinas. Esse é o objetivo do Projeto Lab Inclusão, da Fundação FEAC. A iniciativa surgiu a partir da reflexão sobre a complexidade do tema e faz parte do programa Mobilização para Autonomia (MOB) da Fundação, que prevê a inclusão da pessoa com deficiência por meio da remoção das barreiras sociais.