Itaú Social incentiva literatura infantil com nova chamada do “Leia para uma Criança”

Estão abertas as inscrições para a seleção de livros do edital Leia para uma Criança, programa do Itaú Social e do Itaú Unibanco. Realizada desde 2010, a campanha de seleção e posterior distribuição de livros infantis tem como objetivo promover o acesso à leitura para todos – inclusive de famílias e crianças em situações de maior vulnerabilidade social -, promover a leitura na primeira infância e ampliar o repertório cultural das crianças.

Dianne Melo, especialista em programas sociais do Itaú Social, argumenta que esses são objetivos fundamentais, uma vez que crianças apropriadas da leitura, que cultivam o hábito em casa e são incentivadas na escola terão acesso a outras áreas do conhecimento.

“Nós sabemos o quanto uma criança, um adolescente ou um adulto letrado, que faz um bom uso da língua, consegue exercer sua cidadania e vai ter mais possibilidades na sociedade. Quando falamos de leitura na primeira infância e da importância de garantir acesso, estamos olhando justamente para a formação integral dessa criança, as possibilidades que esse livro e que essa leitura possibilitarão para o desenvolvimento integral dela”, explica.

Apesar de a campanha ter maior contato direto com pais que solicitam livros, Dianne ressalta que se trata de um grande convite à sociedade para que um adulto, seja ele quem for, leia para uma criança. E, nesse sentido, a especialista cita pesquisas que apontam que, logo depois da figura da mãe, a segunda pessoa que apresenta a literatura é a professora.

“O papel da professora, do educador e de organizações sociais que trabalham com mediação da leitura é fundamental. Muitas pessoas não tiveram quem apresentasse o livro e foram descobrir a leitura na adolescência ou até na vida adulta. Nós perdemos muito com isso porque as obras infantis trabalham com vários aspectos, são vários os benefícios que uma criança pode ter. A campanha é um convite para todos os adultos olharem o livro como um potente instrumento.”

Além de buscar democratizar o acesso a literatura infantil de qualidade, o programa também se preocupa com a formação desses mediadores de leitura. Nesse sentido, Dianne argumenta que o momento da leitura precisa ser aproveitado tanto pela criança quanto pelo adulto. “Para crianças pequenas é um momento muito prazeroso. Elas gostam de explorar o livro, de ouvir o adulto que está disponível para ela. Mas, esse momento precisa ser prazeroso para o adulto também. Esse mediador deve estar confortável naquela situação. Não pode ser algo rápido do tipo ‘tenho que ler um livro todo dia’.”

Chamada para 2019

Neste edital serão selecionadas de duas a quatro obras literárias infantis já publicadas para serem distribuídas em 2019 e 2020.

Podem participar da seleção todas as editoras brasileiras, exceto as que foram contempladas no último edital. Cada uma pode inscrever até três títulos, que devem obedecer algumas especificações como: serem destinadas especificamente ao público infantil, que abrange crianças de zero a seis anos e ter o modelo de prosa ou poesia com até cinquenta páginas. Todas as especificações estão no regulamento, disponível na aba ‘Arquivos’ do site Prosas.

Seleção e critérios

O processo de seleção será dividido em seis etapas. A primeira é uma triagem inicial. Em seguida, uma comissão nacional formada por representantes de cada região do Brasil, especialistas em literatura infantil, organizações da sociedade civil, Secretarias de Educação, Cultura e Assistência Social e voluntários do Itaú Unibanco irá analisar a resposta aos critérios do edital.

A análise técnica, que corresponde à terceira etapa, será feita por especialistas. Na quarta, exemplares dos livros serão distribuídos a grupos de adultos e crianças de diferentes regiões do país para avaliar a reação às obras. Na quinta fase, serão analisados juridicamente os documentos de cada livro inscrito. Por fim, na sexta etapa, até dez livros finalistas seguirão para um leilão virtual, onde será considerado o menor preço.

Os critérios de seleção são divididos em três grandes blocos: qualidade textual, visual (das ilustrações e projeto gráfico) e temática. Em qualidade textual, serão avaliados o tratamento estético da linguagem, coerência e consistência textual, escolha de estruturas que ampliam o repertório dos leitores e construção textual que estimula uma boa leitura.

Em qualidade visual, serão considerados elementos como relação entre texto e imagem, legibilidade da fonte, cuidado gráfico nas composições, organização interna da obra, entre outros. Por fim, os critérios para qualidade temática envolvem análise sobre o tema, que deve dialogar com o imaginário infantil; tratamento do assunto, que possibilite reflexão; abordagem de diversos contextos culturais, sociais, históricos e econômicos, incluindo a vivência de populações indígenas, africanas e afro brasileiras e também a presença de personagens de diferentes raças, etnias, gêneros e classes sociais.

Um critério importante é a não vinculação da obra com conteúdos didáticos porque, segundo Dianne, a história e o livro por si só já são bons mediadores. “A literatura não se propõe a ensinar nada a ninguém. Não precisa ter aquela história de, ao final do livro, perguntar para a criança ‘O que você entendeu da história?’ porque cada um pode entender de um jeito e tudo bem, isso faz parte porque a literatura não é igual para todos, para cada um faz um sentido diferente.”

Inscrições

As inscrições podem ser feitas pelas editoras interessadas até dia 8 de novembro. Para participar, é preciso seguir um conjunto de etapas. Primeiro, é preciso cadastrar a editora no site de fornecedores do Itaú Unibanco. Em seguida, deve-se preencher um formulário eletrônico disponível no site Prosas. Cada título deve ser cadastrado individualmente.

Cada formulário gerará um protocolo de inscrição, que deve ser impresso e enviado via Correios juntamente com uma cópia de cada livro para o endereço Rua Aspicuelta, 678 – CEP 05433-011 – Vila Madalena – São Paulo/SP. Vale ressaltar que os pacotes devem ser postados até dia 8 de novembro.

Eventuais dúvidas sobre o edital podem ser consultadas no regulamento disponível na aba ‘Arquivos’ do site Prosas ou pelo e-mail is-livros2019@vagalume.org.br. Já as dúvidas sobre a plataforma de inscrição podem ser encaminhadas para contato@prosas.com.br, enquanto questionamentos sobre o cadastro de fornecedores devem ser esclarecidos pelo endereço itaufornecedores@itau-unibanco.com.br ou pelo telefone (11) 4520-1204.

Associados

Notícias relacionadas