Medida Provisória dos Fundos Patrimoniais é tema de audiências públicas

A comissão mista responsável por analisar a Medida Provisória 851/2018, realizará entre hoje e amanhã três audiências públicas. A MP permite a criação de fundos patrimoniais e estimula doações privadas para projetos de interesse público nas áreas de educação, ciência, tecnologia, pesquisa e inovação, cultura, saúde, meio ambiente, assistência social e esportes. As audiências terão participação popular e serão transmitidas neste link .

PROGRAMAÇÃO

Diversas organizações da sociedade civil e especialistas participarão das audiências públicas, entre eles o GIFE e a  Coalizão pelos Fundos Patrimoniais Filantrópicos, um grupo multissetorial composto por organizações, empresas e pessoas que apoiam a regulamentação dos Fundos Patrimoniais para subsidiar causas de interesse público.

Nesta terça-feira, às 14h, participam do debate: Fernando Peregrino, presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (CONFIES); Soraya Soubhi Smaili, reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp); Augusto Hirata, pesquisador da Fundação Getúlio Vargas (FGV); Fernanda Castro, do Comitê Gestor da Rede de Educadores em Museus; e Sérgio Ronaldo da Silva, secretário geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal.

Na quarta-feira (14), às 9h, estarão presentes Ildeu de Castro Moreira, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); Gianna Sagazio, diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI); Ricardo Roberto Monello, da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon); Gerfânia Damasceno, secretária-executiva da Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC); Luis Celso Vieira Sobral, presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação de São Paulo; Priscila Pasqualin, especialista em Filantropia e Investimento Social, entre outros.

Na parte da tarde, às 14h30, participam da audiência: Marcos José Mendes, chefe da Assessoria Especial do Ministério da Fazenda; Paulo Sérgio Neves de Souza, diretor de fiscalização do Banco Central do Brasil; Marcos Cintra Albuquerque Cavalcanti, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep); Klaus Werner Cappelle, professor da Universidade Federal do ABC; e José Luiz Egydio Setúbal, presidente da Fundação José Luiz Egydio Setúbal.

Notícias relacionadas

Os impactos da MP 851/2018 são debatidos no OSC em Pauta

A Coordenadoria de Pesquisa Jurídica Aplicada (CPJA) da FGV Direito SP realizou no dia 25 de outubro mais uma edição do OSC em Pauta do Projeto “Sustentabilidade Econômica das Organizações da Sociedade Civil”. No evento, os presentes foram convidados a refletir sobre os possíveis impactos da Medida Provisória nº 851/2018 no financiamento de longo prazo para instituições de interesse público, por meio de parcerias, programas e projetos.

Conexão entre negócios de impacto e a cadeia de valor das empresas a partir dos ODS foi o tema do 8º Encontro da Rede Temática de Negócios de Impacto do GIFE

O 8º Encontro da Rede Temática de Negócios de Impacto do GIFE pautou o tema “Conexão dos negócios de impacto com cadeias de valor de grandes empresas: fomentando novos modelos de negócios e repensando/qualificando o próprio impacto a partir dos ODS”. Representantes de institutos, fundações e empresas; aceleradoras e incubadoras; empreendedores; e entidades de outros setores que compõem o ecossistema de Negócios de Impacto se reuniram no dia 05/11, na sede do Instituto Votorantim, em São Paulo, para explorar oportunidades de apoio e conexão das grandes empresas com o setor.