Onde estão os profissionais negros/as que atuam na agenda climática?

 

Um projeto do Instituto Clima e Sociedade (iCS) em parceria com o PerifaConnection busca mapear quem são os profissionais negros/as que estão atuando na agenda do clima do Brasil. O objetivo? Ampliar a rede de especialistas e as possíveis oportunidades, a fim de que haja mais diversidade de vozes no debate climático. A iniciativa foi lançada em novembro de 2019 e já mapeou dezenas de currículos. Uma das principais missões do iCS, como organização filantrópica, é o combate às desigualdades raciais visando justiça social e melhorias na qualidade de vida para a sociedade, em especial para os mais vulneráveis. Por isso, é importante fomentar experiências e qualificações para a pluralidade da linha decisória nas negociações climáticas.

“O esforço de encontrar profissionais negros/as que trabalham com um tema que nos atinge tanto enquanto população é um passo importante. Um começo de uma mudança que, para acontecer, precisa de estratégia. Afinal, quem mais sofre com as mudanças climáticas são mulheres e homens negros/as. A condição de periferia social não é apenas geográfica, mas também sobre o quanto acessamos a dignidade e liberdade em nossas cidades”, afirma Jefferson Barbosa, articulador do PerifaConnection.

Os principais campos do mapeamento precisam ter afinidade com as atuais agendas programáticas do iCS. São elas:

  • ENERGIA
  • EFICIÊNCIA ENERGÉTICA
  • EMISSÕES MARÍTIMAS
  • DIREITO E CLIMA
  • TRANSPORTE
  • POLÍTICA CLIMÁTICA E ENGAJAMENTO
  • USO DA TERRA E SISTEMAS ALIMENTARES
  • TRANSIÇÃO ENERGÉTICA
  • COMUNICAÇÃO CLIMÁTICA

Vamos compartilhar este mapeamento, a fim de que ele chegue até maior número de pessoas possíveis e seja útil para todo o campo. Além dos temas mais abrangentes mencionados acima, as áreas de filantropia e tecnologia também estão abertas às indicações.

Se você conhece profissionais – que se autodeclarem negros (as) de acordo com os critérios do IBGE – de áreas afins as que foram mencionadas acima, por favor, envie este link e este formulário para ajudar o nosso levantamento.

Inscreva-se aqui

Publicado por: Instituto Clima e Sociedade

Notícias relacionadas

Apoio institucional