Prêmio Barco a Vapor abre inscrições para sua 15ª edição

 

Até dia 31 de janeiro estão abertas as inscrições para o Prêmio Barco a Vapor. Criado na Espanha e promovido pela Fundação SM nos nove países onde o Grupo SM atua – Brasil, Chile, México, Argentina, Porto Rico, República Dominicana, Colômbia, Peru e Espanha -, o prêmio acontece no Brasil desde 2005. Em 2018, chega à sua 15ª edição com o objetivo de revelar novos autores, estimular a criação literária nacional e aumentar as opções de novos textos de qualidade para jovens leitores.

Mariana Franco, gerente da Fundação SM Brasil, defende a importância de, no aniversário da premiação, avaliar e refletir sobre sua história e desenvolvimento no Brasil. “O que nos deixa muito felizes nesse movimento de olhar para os últimos 15 anos de Prêmio é a constatação de que estamos realizando efetivamente aquilo a que nos propomos: aproximar crianças e adolescentes do texto literário e fomentar a produção literária nacional, contribuindo para sua renovação.”

Segundo a gerente, ampliar as possibilidades de leitura é uma maneira de aproximar esse público do texto literário. Nesse sentido, um dos critérios de avaliação será a originalidade da obra. Por isso, a aposta em novos autores e a consequente renovação literária são pontos fundamentais para a Fundação SM, “pois possibilitam a criação de linguagens e novas perspectivas para questões contemporâneas, bem como para a ressignificação do passado”, ressalta a gerente.

Diversificar a oferta literária incentivando novos autores e publicar obras originais com o selo Barco a Vapor é uma forma de investir na literatura. Mariana defende que a Fundação SM acredita que a leitura é uma via para o conhecimento de si e do mundo, além de configurar uma prática social capaz de ampliar as possibilidades de ação no mundo. “A diversidade literária possibilita o acesso a temas, perspectivas e linguagens diferentes, o que é importante para uma formação integral.”

Critérios de participação

Podem participar da premiação pessoas maiores de 18 anos de qualquer nacionalidade, desde que residentes no Brasil. As obras devem ser inéditas – ou seja, não podem ter sido publicadas em sua totalidade ou trechos em algum outro veículo -, redigidas originalmente em língua portuguesa e se encaixar nos gêneros romance ou novela para crianças.

Cada participante pode inscrever até duas produções, que devem estar formatadas com fonte Times New Roman em formato Word ou PDF e ter entre 11 mil e 210 mil caracteres com espaços.

Além disso, para garantir que a seleção seja feita exclusivamente a partir da qualidade das obras, o prêmio exige que a produção original seja assinada por um nome fictício a critério do autor. Os dados pessoais para identificação da obra devem constar somente na ficha de inscrição.  

Seleção

A seleção do vencedor será feita em duas etapas por um júri composto por profissionais e especialistas em literatura. Na primeira delas serão selecionados os finalistas que, mesmo que não ganhem o prêmio, poderão ser contratados pelo Grupo SM. Por isso, pelo prazo de três meses a partir da data de divulgação do vencedor, a SM terá prioridade na aquisição dos direitos de publicação das obras desses autores.

Para avaliar as obras, o grupo de jurados levará em consideração critérios como originalidade, apuro estilístico e formal, coerência narrativa e adequação do texto ao público.

Já na segunda etapa, o grupo irá eleger o vencedor de 2019, que terá sua obra publicada com o selo da coleção Barco a Vapor, um pagamento de direitos autorais no valor de R$ 40 mil e um contrato válido por dez anos junto à SM. Além disso, as organizações irão enquadrar a obra, de acordo com a fluência leitora e extensão do texto, em uma das categorias: branca (leitor iniciante), azul (leitor em processo), laranja (leitor suficiente) e vermelha (leitor crítico).

As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de janeiro a partir do preenchimento do formulário disponível no site do prêmio. Todas as regras sobre o Barco a Vapor estão no regulamento. O resultado da chamada será divulgado até o final de junho.

Associados

Notícias relacionadas