Edital premiará projetos que proponham mudanças de comportamento para desacelerar as mudanças climáticas

Até dia 7 de agosto, estão abertas as inscrições para o edital “Mudanças climáticas precisam de mudanças de comportamento” (do inglês Climate change needs behavior change). A proposta foi criada pela Solution Search, uma competição criativa da organização ambiental internacional Rare, e parte do princípio que o que as pessoas comem, compram e usam contribui diretamente para as mudanças climáticas do mundo.

Ao colocar o comportamento humano como a causa das mudanças climáticas, a chamada de projetos defende que é possível mudar e reverter o cenário. Para isso, a ideia é dar luz a projetos de comunidades locais que usam mudanças comportamentais para combater as alterações climáticas.

O edital

Estão dentro do escopo da competição campanhas e esforços que advogam para o aumento de dietas baseadas em plantas, redução do desperdício alimentício, aumento da demanda de produtos como madeira sustentável e alimentos cultivados a partir de agricultura de conservação, redução do consumo de energia, água e produtos como papel e algodão, entre outras atitudes.

Essas serão divididas em três categorias: apelos emocionais, incentivos sociais (uso da preocupação inata do ser humano com o seu ambiente social para influenciar suas escolhas) e arquitetura da escolha (a forma como as soluções são apresentadas às pessoas influencia na decisão em si). Saiba mais sobre cada uma delas neste link.

Os 14 juízes responsáveis pela seleção pertencem a diferentes áreas relacionadas ao meio ambiente, como um programa da faculdade Yale (EUA) sobre Comunicação de Mudanças Climáticas, Fundo Global de Vida Selvagem, matérias da universidade de Princeton (EUA) como Energia e Meio Ambiente, e até mesmo o ex-secretário do tesouro dos Estados Unidos, Henry Paulson.

Juntos, levarão em conta alguns critérios, como: análise do contexto onde a solução está inserida, seu grau de desenvolvimento, etapas claras de implementação, resultados fortes associados à conservação, mudanças climáticas e comportamentais, sustentabilidade, retorno positivo da solução (seja financeiro, social ou outro) e replicabilidade.

Os finalistas participarão de um workshop e da cerimônia de premiação, onde estarão presentes importantes nomes do meio de conservação, desenvolvimento e ciência comportamental. Uma das iniciativas ainda será premiada com cinco mil dólares na categoria “inscrição antecipada”, especialmente para aqueles que enviaram projetos até 1º de junho. Para o grande vencedor, será destinado um prêmio de 25 mil dólares.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas pelo site da chamada até 7 de agosto. No portal, também é possível ver projetos já inscritos. Diversas iniciativas são brasileiras, como o Instituto Estrela da Favela e a Secretaria de Meio Ambiente – Coordenadoria de Fiscalização Ambiental.

Related news

Apoio institucional